Talitha Benjamin

Conheça o amor romântico e como ele afeta a sua vida amorosa

Já reparou como é quase impossível assistir a um filme, uma série, ouvir uma música ou ver uma propaganda sem esbarrar em uma história de amor? Já reparou também que, geralmente, esse enredo amoroso envolve um homem e uma mulher que, apesar de todos os problemas, sempre ficam juntos no final?

Isso tudo faz parte do mito do amor romântico, que nos faz acreditar em um modelo de relacionamento perfeito que simplesmente não existe. Confira abaixo como esse mito pode prejudicar a sua vida amorosa:

O relacionamento perfeito existe?

relacionamento

Desde pequenas, mulheres são ensinadas que a única forma de ser feliz é vivendo um namoro, e eventualmente, um casamento perfeito – aquele no qual os problemas sempre são resolvidos, pois tudo é aceito, perdoado e sacrificado para manter a relação. O sexo feminino, muito mais do que o masculino, é bombardeado por histórias de amor de casais que foram “felizes para sempre” e vivem em função um do outro.

No entanto, esse mito da relação perfeita pode ser extremamente prejudicial, tanto para a saúde do relacionamento, quanto para solteiros que nutrem a expectativa de entrar em um, pois ele estimula a dependência do outro, a negação da individualidade e o ciúme.

Além disso, esse mito perpetua a ideia de que casais que não sejam formados por um homem e por uma mulher não têm a possibilidade de dar certo, já que a heterossexualidade é apresentada como a única forma de ser feliz, pois é a única socialmente aceita.

Acreditar no amor romântico como ideal de relacionamento perfeito e ter como referência as histórias de filmes, livros e séries é garantia de desilusão e desapontamento. Isso porque relacionamentos humanos são difíceis, dolorosos e imperfeitos, então, quando esperamos que tudo seja resolvido apenas pelo amor, excluímos a possibilidade da resolução de conflitos por meio do diálogo, da compreensão, e do respeito mútuo.

O amor verdadeiro é o amor próprio

Amor romântico

Um dos mitos mais perigosos do amor romântico é o de que os desejos e necessidades do outro precisam ser priorizados em nome do amor.

Essa ideia abre precedente para que se justifique um relacionamento abusivo, no qual o desejo de controle e posse se disfarça de amor e preocupação e interfere na sua liberdade individual, fazendo que você acredite que aquilo é o normal, já que o amor verdadeiro, teoricamente, é aquele que aceita e supera tudo.

Amor romântico

É importante ter em mente que a liberdade e as necessidades individuais das pessoas envolvidas em um relacionamento precisam ser respeitadas, acima de tudo!

Ao contrário do que o mito do amor romântico prega, ser feliz em um relacionamento não significa deixar de ser quem você é para se dedicar a uma vida em harmonia com outra pessoa ou aceitar comportamentos e noções que te machuquem em nome da relação perfeita. Ser feliz significa encontrar alguém que goste de quem você é e que também seja ela mesma ao seu lado. Por isso, não deixe o conceito de amor romântico estragar suas relações. Construa você mesma suas próprias histórias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *