Raquel Fialho

Ansiedade: como se livrar de um dos mals do século

Aperto no peito, tremores ou mesmo a presença de pensamentos negativos? Esses podem ser alguns dos sintomas de quem sofre com a ansiedade!

O século 21 é caracterizado pela era da informação e da comunicação. Contudo, com as informações compartilhadas rapidamente, alguns impactos, especialmente no espaço emocional, podem ser observados e, um deles, é a ansiedade ou, como conhecida, um dos mals do século quando trata-se de doenças.

De acordo com o professor, escritor e psicólogo Augusto Cury, com a sociedade moderna e a falta de diálogo, as consequências são seríssimas para a saúde emocional, na qual interfere nas relações sociais – podendo gerar sintomas comuns da ansiedade.

Principais motivos para que apareça

A ansiedade pode se manifestar de diferentes formas: o estresse, as preocupações do dia a dia e etc. Assim como estes, existem muitas outras razões para ela se manifestar na vida de um indivíduo. Conheça abaixo os mais comuns:

Fobias

Medos irracionais e excessivos que podem engatilhar à ansiedade ou à ataque de pânico, tal como hipocondríacos – medo de doenças graves.

Social

Medo de ser julgado, de falar em público ou de simplesmente encontrar e falar com novas pessoas. Dificuldade irracional de interação em sociedade.

Aguda

É a mais comum entre elas, provocada principalmente em situações, como: apresentação de trabalhos, casamento, entre outros, na qual a pessoa é exposta ao público.

Estresse pós-traumático

Ocorre quando se é exposto em uma situação que causa ameaça, dor ou outros danos. Quem sofre com esse problema pode ter flashbacks e pesadelos frequentes com lembranças perturbadoras.

Quais os sintomas?

Eles podem se manifestar de diversas maneiras, principalmente, em circunstância de desconforto, insegurança, apreensão ou medo, podendo até deixar o indivíduo incapaz de realizar simples tarefas do dia a dia. Mas, calma, após detectado alguns dos sintomas, o importante é procurar tratamento profissional.

Os principais sinais são insônia, tensão, irritabilidade com mais facilidade, isolamento, preocupação excessiva, suor em abundância e paralisia. Os indícios podem aparecer a qualquer momento e  provocados por qualquer motivo.

Como tratar?

O primeiro passo para o tratamento é procurar um especialista (psiquiatra ou psicólogo) para determinar o nível de ansiedade e qual o tratamento correto a ser seguido. Ele pode receitar medicamento ou indicar o caminho certo para as atividade que ajudam a controlar esse sentimento:

Pratique yoga

Yoga é um ótimo exercício físico que oferece a possibilidade de controlar a mente, o corpo e a respiração. Contudo,  realizar qualquer tipo de atividade física contribui a lidar com a ansiedade, porque eleva o nível de serotonina – substância que aumenta a sensação de prazer.

Controle a respiração

Saber controlar a respiração é fundamental, especialmente em uma crise, seja ela por estresse, fobia ou qualquer outro desdobramento do transtorno de ansiedade. Para isso, inspire o ar pela boca e expire pelo nariz, fazendo isso lentamente.

Invista no uso de chás

A maioria dos chás possuem elementos calmantes e relaxantes. Por isso, eles são ótimas opções para combater e aliviar esse problema, principalmente quando tomado antes na hora de dormir. O chá de camomila é o mais conhecido, além de ser calmante, ele tranquiliza o sistema nervoso e ajuda quem sofre também com a insônia.

Evite pensamentos negativos

Um dos sintomas mais comuns na ansiedade é ter pensamentos negativos, levando ao descontrole da respiração, mal-estar e dores no peito. Para que seja evitado, a única maneira é se desprender desses pensamentos, realizar atividades para evitar a negatividade e, quando acontecer, pensar em maneiras de solucionar os problemas ou sendo confiante e positiva.

Confie em si mesmo

Confiar em si mesma é uma das maiores dificuldades. O questionamento de que tudo vai dar errado é muito comum, por isso, é difícil acreditar em si. Mas, praticar a confiança constantemente ajudará a lidar com essa situação no dia a dia.

Algo ser possível, não significa que é provável, ou seja, não necessariamente irá acontecer. Mas, pessoas ansiosas, são mais inseguras. Para vencer, é preciso se livrar das incertezas para que assim consiga viver a vida normalmente.

Além disso, a ansiedade pode ser ainda mais preocupante quando causa sérios problemas, tais como: queda de cabelo, coceira, tensão muscular e fortes dores de cabeça. Então, fique atenta! Quando percebido algum ou vários desses sintomas, procure um profissional.

Agora que já sabe um pouco mais sobre esse transtorno e seus sintomas é possível saber se você se identifica com o que foi dito. No entanto, não se esqueça que a opinião médica sempre vem em primeiro lugar.  Encontrar a paz interior é fundamental para viver bem. Nos conte sua experiência nos comentários?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *