Salon Line

Como ensinar seus filhos a aderir boas maneiras

Boas maneiras

Educar uma criança não é uma tarefa fácil e rápida, é um trabalho diário, mas que vai trazer resultados significativo no futuro.
Algumas “malcriações” que os filhos cometem nem sempre são feitas com a intenção de ferir ou magoar alguém, dependendo da idade eles não sabem o significado do que é certo ou errado, por isso precisam de orientação dos responsáveis.
Com a correria do cotidiano, é muito comum os pais não conseguirem dar todo o suporte e atenção aos pequenos, o que resulta em crianças birrentas, choronas e com muitas manhas.
Separamos algumas dicas de especialistas para ajudá-la nessa difícil tarefa de educar, afinal, sabemos que o tempo é algo valioso nos dias de hoje, por isso usá-lo da melhor maneira com os filhos é fundamental.

1. Ensine a importância do “por favor”

Pedir as coisas acompanhado por um “por favor” é a porta de entrada para conseguir algo e para se um cidadão agradável e respeitoso.
Essa regra deve ser ensinada logo nas primeiros anos de vida, assim que a criança começar a pedir as coisas, ou seja, não se deve dar o que ele pede sem o uso da “palavrinha mágica”.

2. O “obrigado” deve fazer parte dos diálogos

Assim como o “por favor”, o “obrigado” deve fazer parte da rotina da criança. Essa palavra deve ser ensinada como forma de gratidão, pois alguém em algum momento parou de realizar o que estava fazendo para atender uma vontade ou dúvida sua, então o “obrigado” é quase que obrigatório na vida de qualquer pessoa.

3. Não se interrompe um adulto quando ele estiver falando

As crianças geralmente querem tudo no seu tempo e não conseguem esperar o adulto terminar o diálogo para atendê-la, por isso é muito importante desde pequeno ensinar que interromper alguém quando ele está falando é extremamente desagradável. Mas sempre informe que ele terá atenção quando a pessoa terminar de falar.

4. Caso precise interromper alguém, use o “com licença”

Existem casos específicos em que a criança precisa conversar com o adulto e, caso seja urgente e não pode esperar é o momento de usar o “com licença”. Por isso, deixe bem claro as situações em que podem usar essa regra. Além disso, a palavrinha mágica precisa ser aplicada ao entrar em algum lugar ou quando for pegar algo oferecido por outra pessoa.

5. Não fale de características físicas de outras pessoas

Você deve ensinar aos pequenos desde sempre que existem diversidades e pessoas com várias características, mas que não é bonito nem educado falar sobre elas.
Você deve mostrar as diferenças e tratá-las como normais para que a criança não se surpreenda quando ver alguém diferente dela.

6. Sempre bata na porta antes de entrar

Desde pequeno é preciso dizer às crianças que antes de entrar em algum lugar que esteja com a porta fechada, é preciso bater e esperar para ser convidado a entrar. A não realização dessa atitude pode causar constrangimentos.

7. Não deixe falar palavrão

É muito comum em algumas famílias a criança reproduzir palavras de baixo calão que escuta. Em alguns casos, a família acha bonitinho e encoraja a criança a continuar reproduzindo, algo muito errado!
Quando o pequeno fala palavrões é importante cortar desde o início, tudo para que ele não se familiarize com as palavras e se sentir à vontade com esse tipo de linguajar, o que pode ser ofensivo para outras pessoas.

8. Não mastigue com a boca aberta

Uma das principais atitudes das crianças é mastigar com a boca cheia, algo ingênuo no início, mas que pode se transformar em um hábito sem educação em outras fases da vida. Por isso, é muito relevante repreender o ato já na primeira infância para que esse problema não persista e seja tratado como normal.

9. quando não souber alguma coisa, peça ajuda

É uma atitude muito bonita e importante saber pedir ajuda, pois a criança aprendendo isso desde pequeno vai saber trabalhar em equipe e não será egoísta em relação às suas escolha futuras. Saber ajudar e ser ajudado é uma qualidade admirável e grandiosa, por isso é tão importante ensiná-la.

10. “Quando o seus pais pedirem algo, faça sem reclamar”

Pode parecer uma exigência antiquada, no entanto, uma criança que respeita e admira os pais, será um adulto maravilhoso. Os pais são as pessoas que o filho precisa enxergar respeito, então quando os pequenos reconhecem isso fica mais fácil ajudar o próximo e a respeitar o restante das pessoas.
Gostou das orientações, veja também como educar seu filho para serem gentis em um ambiente machista.

Veja também.

Como ensinar seus filhos a aderir boas maneiras
5 (100%) 3 vote[s]

1 comentário neste post

  1. sandra fatima disse:

    Fiquei Apaixonada pelo seu post, Vou acompanhar seu Blog que é top. Esse tipo de conteudo tem me dando muito conhecimento. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *