Thauany Lima

Saiba o que acontece com o cabelo e como cuidar dele após a quimioterapia

cuidar do cabelo após a quimioterapia

Nunca é fácil realizar um tratamento de saúde, principalmente quando a doença é o câncer, seja ele de qualquer tipo.
Essa doença é extremamente agressiva ao organismo. Isso porque o seu tratamento causa danos graves ao corpo. Sangramentos, náuseas, fadiga, constipação, infecções, dores e queda de cabelo são algumas das consequências da quimioterapia.

Quando o assunto é queda de cabelo o Dr. Tiago Kenji, oncologista do Hospital Santa Paula, afirma que esse processo não acontece em todo tratamento de quimioterapia, vai depender do tipo de câncer e medicação. “A queda de cabelo depende de qual composição de quimioterápicos está sendo usada. Os protocolos para pacientes com câncer de mama, leucemias e linfomas, por exemplo, são os modelos que geralmente apresentam a queda de cabelo como efeito colateral.”

Para esclarecer as dúvidas das pessoas que passaram ou estão passando pela queda de cabelo nas seções de quimioterapia, o oncologista Dr. Tiago Kenji e o tricologista Dr. Valcinir Bedin explicam o que acontece durante esse processo e quais cuidados adotar. Então, confira aqui!

Salon Line: Por que os cabelos tendem a cair em determinadas quimioterapias?

Dr. Tiago Kenji: A quimioterapia é uma composição de medicamentos especializados em destruir as células cancerígenas que se desenvolvem rapidamente, sendo utilizada com o objetivo de eliminá-las e impedir o avanço da doença. Porém, o composto de quimioterápicos também atinge células saudáveis de divisão rápida, como é o caso dos folículos pilosos, responsáveis pela produção de pelos e cabelos. Desta forma, o medicamento age nesta área, alterando o desenvolvimento das células e ocasionando a queda de cabelo.

Dr. Valcinir Bedin: O medicamento que é usado na quimioterapia foi feito para parar as divisões celulares das células cancerosas, mas impede também o crescimento das células normais do cabelo, o que leva a fragilidade, quebra e queda.

Salon Line: É possível notar a queda de cabelo a partir de quanto tempo após o início do tratamento?

Dr. Tiago Kenji: A queda de cabelo costuma começar no período de 14 a 21 dias após a primeira sessão de quimioterapia.

Salon Line: Com os inúmeros avanços na medicina, ainda não é possível evitar a perda de cabelo durante as sessões?

Dr. Tiago Kenji: Atualmente, não há produtos capazes de evitar a queda de cabelo ocasionada pela quimioterapia, justamente por causa da ação dos medicamentos no organismo. O que se pode fazer é proteger o couro cabeludo até que o cabelo cresça novamente. É o caso de utilizar protetor solar, lenços ou chapéus que protejam contra a alta exposição do sol. Além disso, também é recomendado usar materiais que não irritam o couro cabeludo, como por exemplo, fronhas de cetim. Toucas térmicas que provocam hipotermia, reduzem a ação do quimioterápico no couro cabeludo, podendo ajudar a diminuir a queda de cabelo.

Salon Line: Após perder todo o cabelo no tratamento do câncer, qual a estimativa para o crescimento capilar retomar?

Dr. Tiago Kenji: Geralmente é possível notar o crescimento capilar após 2 ou 3 meses do término das sessões de quimioterapia.

Salon Line: Por que muitas pessoas notam o cabelo crescer com texturas diferentes após o tratamento?

Dr. Tiago Kenji: Esse fator é muito comum! Ela ocorre pela ação dos quimioterápicos, que alteram a estrutura capilar, diminuindo a espessura da fibra e da alta variação na espessura dos fios no couro cabeludo do paciente.
Dr. Valcinir Bedin: O formato dos fios se dá pela distribuição da queratina dentro da haste. Quando ocorre uma interrupção da divisão celular uma nova estrutura vai se formar. E, às vezes, esta nova estrutura nada parece com a anterior. Pode ser igual ou não, vai depender da nova distribuição da queratina dentro do fio.

Salon Line: Quais os principais cuidados que se deve ter com o cabelo durante e após a quimioterapia?

Dr. Valcinir Bedin: Durante a quimioterapia, além de cuidados rotineiros com os cabelos e com o couro cabeludo, como limpeza e hidratação dos fios, o que se pode fazer é acrescentar um suplemento por via oral para fornecer mais nutrientes aos cabelos. Esse mesmo procedimento deve ser seguido após o tratamento. Pois os fios novos vão precisar de mais energia para crescerem saudáveis. Assim que o novo cabelo nascer, os cuidados de rotina devem ser maiores, como por exemplo, não usar produtos de qualidade duvidosa e aplicar uma máscara de hidratação mais de uma vez por semana.

Todas as orientações dos profissionais são importantíssimas nesse momento delicado. Elas vão ajudar a passar por essa fase com mais consciência e sabedoria. Então, nos deixe um comentário contando o que achou?

Saiba o que acontece com o cabelo e como cuidar dele após a quimioterapia
Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *