Talitha Benjamin

Guia definitivo para um cabelo crespo descolorido sem danos

Cabelo crespo descolorido

Seja para apostar em mechas iluminadas e discretas ou para ousar em cores brilhantes, a descoloração é um processo complicado, porém necessário para modificar a cor aos fios. Para descolorir o cabelo crespo, especificamente, é preciso tomar ainda mais cuidados e prestar atenção em algumas características para garantir que o fio não seja danificado.

O primeiro passo para garantir uma descoloração segura é conhecer o próprio cabelo. Os fios crespos precisam de atenção redobrada já que são diferentes dos outros, justamente por serem mais frágeis e suscetíveis ao dano. Isso porque o fio crespo possui mais dificuldade em reter a oleosidade natural do fio por causa do seu formato em espiral ou em “Z”, o que pode ser um grande problema se você deseja descolorir o cabelo. Mas não desanime, pois ter um cabelo crespo descolorido e saudável é totalmente possível!

O cabelo crespo precisa se preparar para a descoloração

Cabelo cacheado com volume e loiro

A descoloração nada mais é do que um procedimento para retirar o pigmento natural do cabelo. Para isso, ela utiliza água oxigenada e oxidante para abrir as cutículas, deixando a fibra capilar exposta. Isso significa que, quanto mais claro for a cor para o resultado desejado, maior será o dano – e se o cabelo já estiver fragilizado, o risco aumenta ainda mais.

O ideal a se fazer é fortalecer a fibra capilar por meio de cuidados especiais antes mesmo de descolorir os fios. Isso servirá para repor as vitaminas e nutrientes, dando a hidratação, nutrição e massa necessário para que o cabelo “sobreviva” ao procedimento químico.

A melhor forma de tratar o cabelo antes de uma descoloração é apostando em um cronograma capilar. Ele abrange todos os cuidados necessários para um cabelo saudável e bonito: hidratação, nutrição e restauração, procedimentos ultra importantes para qualquer cabelo.

Escolha muito bem o profissional e os produtos que serão utilizados para descolorir o cabelo

Para esse processo, o recomendado é que você procure um profissional de confiança. Isso porque além do cabelo crespo já ser naturalmente frágil e sofrer muito mais com os efeitos da descoloração, cada fio possui uma característica diferente: alguns são mais porosos, outros mais ressecados, e por aí vai.

Um profissional experiente – de preferência, especializado em cabelos crespos – saberá identificar as etapas necessárias para um procedimento seguro, incluindo quanto tempo o descolorante agirá, se o resultado que você deseja realmente é possível, entre outros.

Se você vai fazer o procedimento em casa, procure por produtos de qualidade. A água oxigenada, por exemplo, precisa ser escolhida com cuidado, já que existem diferentes volumagens. A mais indicada para os fios crespos a ser clareados é a de 30 volumes. No caso de tons de loiro frios, o pó descolorante azul é ideal pois ele neutraliza o fundo amarelo. Aposte em produtos sem amônia para diminuir o dano ao fio.

O cuidado pós-coloração é indispensável

Não dá para negar que, por mais cuidado que se tenha antes e durante o procedimento, o cabelo crespo sempre sofre com a descoloração. Após passar por processos químicos, o cabelo perde a massa natural e isso é perceptível pela mudança na textura, já que, dependendo do processo é comum que os cachos se desmanchem um pouco.

Mas, calma! O segredo para um cabelo crespo descolorido e maravilhoso é simples: invista pesado no cuidado com os fios. As máscaras de nutrição e hidratação serão as suas melhores amigas no processo para recuperar o seu cabelo após a amônia.

Os produtos liberados também são grandes aliados, e produtos que contenham óleos e manteigas em sua composição também. Se você está loira, aposte no shampoo roxo para fazer a manutenção da cor. Dá um pouquinho de trabalho, mas vale a pena para manter o seu cabelo crespo descolorido sempre lindo e saudável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *