Tayla Pinotti

Cabelo elástico: o que é? Como tratar?

 

Cabelo elástico

Não é novidade que procedimentos químicos como, por exemplo, alisamento, relaxamento, coloração e descoloração, deixam os cabelos ressecados. Mas, além disso, eles também podem causar um outro problema bem chatinho e comum: a elasticidade.

O cabelo elástico é aquele no qual o fio apresenta o efeito “emborrachado”. Sabe quando você puxa um fiozinho e ele estica? Então, esse é o efeito que a elasticidade causa.

Isso acontece porque as químicas fazem com que os cabelos percam queratina, proteína e pigmento, o que resulta em madeixas fragilizadas, finas e elásticas.

Mas nada de se desesperar, ok?! Afinal, esse problema tem solução, sim!

Veja abaixo as dicas de como recuperar o cabelo elástico.

1 – Dê um tempo no uso de químicas

Isso mesmo! O primeiro e grande passo para recuperar as madeixas danificadas é interromper qualquer procedimento químico. Ou seja, se durante a descoloração seu cabelo ficou elástico, nada de escurecer os fios e nem fazer uma escova progressiva em cima enquanto a fibra não estiver forte o suficiente. Caso contrário, as chances de ocorrer um corte químico são bem grandes. Evite também o máximo possível o uso de secador, chapinha ou modelador – as altas temperaturas destes aparelhos aumentam a fragilidade dos fios.

2 – Invista já em um cronograma capilar para evitar o cabelo elástico

O cronograma é aquele tratamento indicado para qualquer cabelo que apresenta sinais de ressecamento. Agora imagina só o quanto ele é ainda mais necessário e importante quando o fio está elástico? Impossível não investir! Isso porque o cronograma é composto pelas etapas de hidratação, nutrição e reconstrução, e tem como objetivo devolver água, lipídeos e queratina aos fios que sofreram diversas agressões, entre elas, a química.

Ainda está com dúvidas? Confira abaixo uma sugestão de tabela para você seguir.

Cronograma capilar

Dica: é claro que você pode alterá-la conforme a necessidade do seu cabelo. No caso dos fios elásticos, a reconstrução costuma ser feita com mais frequência do que o normal.

3 – Adote uma misturinha caseira com vinagre e dê um ponto final no cabelo elástico

Que atire o primeiro ingrediente quem não ama uma misturinha caseira, né?! Elas são maravilhosas, práticas e facilitam a vida. E quando o assunto é elasticidade dos fios, o vinagre de maçã é um excelente aliado. Basta misturá-lo com queratina líquida e uma máscara de hidratação e pronto! Quer saber como? Se liga no passo a passo a seguir!

Passo a passo com vinagre de maçã

1º passo: lave delicadamente os fios com shampoo sem sal e, em seguida, retire o excesso de água com uma toalha;
2º passo: depois, divida o cabelo em mechas e borrife a queratina líquida em cada uma delas. Deixe agir por 10 minutos;
3º passo: feito isso, aplique a máscara de hidratação de sua preferência – sem enxaguar a queratina – e deixe agir por mais 20 minutos;
4º passo: enxágue bem os cabelos sem deixar resíduos e, novamente, tire o excesso de água com a toalha;
5º passo: para finalizar, aplique a mistura feita com vinagre de maçã e água, mecha por mecha, e deixe agir por 15 minutos. Em seguida, enxágue, aplique o condicionador e finalize como de costume.

Como evitar que o efeito de cabelo elástico volte a aparecer?

Se você é do tipo que não abre mão dos procedimentos químicos no cabelo, lembre-se que é fundamental manter o cronograma capilar sempre em dia, e não só quando os fios estiverem extremamente danificados.

Além disso, é importante dar um intervalo de pelo menos três meses entre um procedimento químico e outro. Com essas dicas a elasticidade vai passar bem longe.

Cabelo elástico: o que é? Como tratar?
Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *