Tayla Pinotti

Vale a pena apostar na calcinha absorvente?

Calcinha Absorvente

Depois do sucesso dos coletores menstruais, chegou a hora de outro método de higiene íntima para “aqueles dias”: é a calcinha absorvente, que tem chamado a atenção da mulherada e está conquistando cada vez mais adeptas.

Apesar de atualmente existirem poucas marcas nacionais que comercializam calcinhas absorventes, esse é um mercado que tem tudo para crescer, já que, além de promover conforto e segurança, essas loungeries absorventes também minimizam o impacto ambiental.

Isso porque elas são reutilizáveis e duram aproximadamente dois anos. Neste mesmo período, o número de modelos de absorventes descartáveis utilizados por uma só mulher é enorme, tendo em vista que, por mês, algumas mulheres chegam a usar mais de um pacote com 8 unidades do produto. Sem contar que as versões sintéticas levam, em média, 100 anos para se decomporem.

Por isso, se você também busca uma opção mais prática e sustentável, confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre as calcinhas absorventes.

Como funciona?

Provavelmente, a primeira coisa que você deve ter pensado quando ouviu falar sobre calcinhas absorventes foi “mas e o cheiro?”, certo?

A boa notícia é que não é necessário se preocupar com isso. As calcinhas absorventes são feitas com tecido antibacteriano e com tecnologia que bloqueia odores, evitando que fique qualquer cheiro ao longo do dia.

No entanto, é importante lembrar que as marcas indicam a troca da calcinha a cada 6 horas, aproximadamente, mas, assim como no caso dos absorventes externos, esse período varia de acordo com seu fluxo diário.

De qualquer forma, o mais indicado é ir usando e percebendo por quantas horas a peça funciona para o seu corpo e, assim, trocar sempre que achar necessário.

Ao contrário do que se pode imaginar, elas não possuem um tecido super grosso na parte absorvente. Na verdade, elas têm ⅓ da espessura de um absorvente descartável comum, mas absorve, em média, o equivalente a dois absorventes externos.

Isso significa que você pode ficar despreocupada porque a menstruação não irá vazar. No caso de fluxos muito intensos é preciso estar atenta para não correr esse risco.

Por isso, basta vestir a calcinha durante a sua menstruação (seja para substituir completamente os absorventes ou para usar como um complemento a eles), e trocá-la sempre que sentir necessidade.

Como lavar?

Não tem muito segredo para higienizar um “absorvente calcinha”. Para lavar na máquina, você pode colocar a peça dentro de um saquinho de pano se preferir, mas não é necessário, já que não há problema em lavá-la com outras roupas.

No entanto, é indicado enxaguar as calcinhas antes de colocá-las na máquina, que deve estar no modo “roupas delicadas”. As marcas recomendam o uso de sabão neutro, líquido ou em pó. Amaciantes e alvejantes devem ser evitados, pois eles podem danificar a camada impermeável da peça.

Se preferir lavar à mão, a dica é deixar a calcinha de molho por aproximadamente 15 minutos e, em seguida, lavar a peça com água fria ou morna.

Na hora de secar, evite colocar a peça em secadoras e prefira sempre o sol ou a sombra para isso. Outra dica é deixar suas calcinhas absorventes bem longes do ferro de passar, pois o aparelho pode danificar a peça.

Quais são os modelos?

Assim como nas tradicionais loungeries, as calcinhas absorventes também possuem modelos variados, como os tipo tanga, biquíni, hot pants e até shortinhos.

Enquanto o modelo tanga é mais indicado para quem tem fluxo leve, o biquíni é recomendado para quem tem moderado. Mulheres com fluxo intenso, as calcinhas maiores (hot pants e shortinhos) são as ideais.

As cores e estampas variam de marca para marca e algumas ainda disponibilizam biquínis e maiôs que podem perfeitamente serem usados na praia e piscina.

Qual a média de preço?

Os preços das calcinhas absorventes variam de acordo com as marcas, mas ficam entre R$ 70 e R$ 100, aproximadamente, aumentando para até R$ 230 para maiôs e biquinis.

O valor pode até assustar, mas, se você colocar na ponta do lápis, compensa mais do que gastar com absorventes descartáveis (sejam eles internos ou externos).

Dito tudo isso, é possível concluir que vale a pena substituir os produtos descartáveis pelas calcinhas absorventes.

No entanto, é claro que isso também pode variar de acordo com seu gosto e preferências, então, se você ficou interessada que tal fazer um teste e tirar suas próprias conclusões?

Se você não se adaptar ao método durante o período menstrual, o pior que pode acontecer é você ganhar uma calcinha nova para usar no dia a dia!

Vale a pena apostar na calcinha absorvente?
5 (100%) 3 vote[s]

1 comentário neste post

  1. vitoria disse:

    Ameoiii vou pedir uma pra minha mãe obg pela informação obs:tenho 12 anos e ja virei moxinha e tava pesquisando um metodo bom pra parar de usar o absorvente e achei obg moxa bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *