Talitha Benjamin

Porque a cirurgia plástica pode fazer bem para a autoestima

Cirurgia plastica

Comumente associadas às mulheres, os pacientes de cirurgias plásticas de ambos os gêneros não costumam hesitar antes de entrar no bisturi para alterar seios, bumbum, nariz, retirar gordurinhas extras, entre outras intervenções. Prova disso é que o Brasil é um dos paraísos da cirurgia plástica, perdendo apenas para os Estados Unidos em número de procedimentos realizados.

No entanto, a cirurgia plástica ainda é um tema controverso entre os brasileiros, pois há quem insista em diversos procedimentos para atingir o chamado “corpo perfeito”, e acaba por se tornar um vício e oferecer graves riscos à saúde. Apesar disso, a cirurgia plástica pode, sim, ser uma ótima aliada para corrigir características físicas que acabam por afetar a autoestima da pessoa e até mesmo aprimorar a saúde, tanto física quanto mental e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida.

Para entender melhor quais os efeitos da plástica na autoestima do paciente, conversamos com o Dr. Luís Felipe Maatz, Cirurgião Plástico, com especialização em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital das Clínicas, e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Confira abaixo:

Benefícios para a saúde física e mental

Cirurgia plástica

A cirurgia plástica é um ciência idealizada para melhorar a relação do paciente com o seu corpo através de pequenas alterações ou de grandes mudanças de estrutura corporal, tudo para melhorar o aspecto físico e visual. Engana-se quem pensa que a cirurgia só serve para quem busca o corpo perfeito: muitas vezes, certas características físicas e visuais causam profundo desconforto no paciente, a ponto de interferir diretamente no psicológico ou na saúde dessa pessoa.

“Pacientes com desvio de septo submetidos a rinoplastia, por exemplo, começam a respirar melhor; pacientes submetidas a redução mamária podem deixar de sentir dores nas costas e ombros; pacientes com diástase dos músculos abdominais que realizam abdominoplastia melhoram a força abdominal e diminuem suas lombalgias. É um ganho evidente de qualidade de vida em diversos aspectos”, explica o doutor Luís Felipe Maatz.

Cuidados para uma cirurgia plástica segura

plastica facial

Muito populares no Brasil, os procedimentos cirúrgicos, em alguns casos, são praticados por profissionais não qualificados, ou até mesmo por charlatões que podem colocar a vida do paciente em risco, se aproveitando da desinformação e vulnerabilidade de quem procura por esse procedimento.

Para quem procura realizar uma intervenção do tipo, Maatz aconselha cautela e muita pesquisa: “o paciente que deseja realizar uma cirurgia plástica deve procurar um cirurgião plástico experiente naquele procedimento e que possua a formação adequada e título na especialidade” explica. É possível checar a especialidade do seu médico no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Além disso, o cirurgião destaca a importância da troca de informações sobre o estado de saúde para o cirurgião plástico: “fornecer ao cirurgião todas as informações sobre seu estado de saúde é muito importante para o sucesso da cirurgia plástica, assim como realizar os exames solicitados e seguir à risca as orientações pós-operatórias” finaliza o especialista em cirurgia plástica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *