Talitha Benjamin

Será que comer salada é realmente 100% saudável?

Tipos de saladas

É consenso entre médicos e nutricionistas que uma alimentação saudável rica em legumes e verduras ajuda a prevenir doenças. Isso porque eles são as principais fontes de nutrientes e minerais que o corpo precisa para funcionar bem. A mais tradicional forma de consumi-los é através das saladas, mas será que só isso é o suficiente?

Não vamos negar que as saladas são deliciosas e nutritivas e que quem está habituado a consumí-las já está no caminho certo, afinal, a alimentação balanceada é essencial para uma vida saudável. No entanto, existe uma forma correta de ingerir esses alimentos e a maioria das pessoas não se atenta para isso.

Seja você uma pessoa que adora saladinha ou se tem dificuldades para ingerir mais verduras e legumes, é preciso saber mais sobre a forma mais apropriada de ingerir esses alimentos para garantir que sua alimentação estará sendo, de fato, saudável.

Se atente à composição da salada

Comendo salada

Ao contrário do que muita gente pensa, comer salada não é exatamente sinônimo de refeição saudável. É que claro que ingerir os legumes e verduras presentes nela é indispensável, mas outros ingredientes, como molhos e ingredientes que contém altos níveis de gordura, sódio e açúcar podem ter o efeito reverso e prejudicar a absorção dos nutrientes, vitaminas e minerais presentes no alimento.

Em vários tipos de salada, por exemplo, é possível encontrar molhos prontos e cremosos e carnes embutidas – e com isso, a quantidade de sal, gordura e calorias aumenta significativamente.

A composição adequada de uma salada é aquela que contém legumes, verduras além do tradicional alface, tomate e cebola. Agrião, rúcula, cenoura, beterraba e abobrinha são algumas opções para incrementar esse prato “fitness”.

Use a criatividade para criar uma salada mais diversificada, com variações de texturas, sabores e aproveite para explorar outras formas de ingerir certos alimentos. Se você planeja ter a salada como uma refeição completa, acrescente carboidratos adicionando macarrão, croutons e batata, por exemplo, e proteínas como grãos, sementes e cogumelos.

Aposte em molhos e temperos caseiros ao invés dos industrializados

Salada legumes

Como dito lá em cima, os molhos prontos e cremosos costumam conter uma alta quantidade de gordura e sódio, o que pode ser prejudicial para a saúde. Para temperar a salada, aposte em molhos caseiros, usando a criatividade na hora de escolher as ervas e especiarias.

Coentro, salsinha, manjericão, entre outras, são ótimas para dar sabor à salada sem abusar do sal e da gordura. Essa é uma boa oportunidade de investir em especiarias como açafrão, diferentes tipos de pimentas, curry e outros temperos regionais. Dessa forma, você aproveita os benefícios da salada sem abrir mão do sabor.

Atenção ao agrotóxicos presentes na salada

Para quem consome saladas cheias de verduras e legumes, a última coisa que se passa pela cabeça é que aquele alimento eventualmente vá fazer mal. No entanto, o Brasil é, atualmente, o maior consumidor de pesticidas – que também são conhecidos como agrotóxicos.

Por mais que o uso desses produtos químicos sejam benéficos para que a produção de alimentos cresça, os efeitos colaterais na saúde dos consumidores pede atenção: os ativos químicos dos agrotóxicos podem acabar deixando resíduos no produto final.

Para minimizar os danos da absorção dessas substâncias, você pode optar por comprar os seus alimentos de origem orgânica. A maioria dos supermercados hoje em dia possui linhas de produtos que não utilizam agentes químicos e pesticidas durante a produção.

Se você não têm acesso a esse tipo de produção, pode reduzir os danos lavando os alimentos muito bem, usando um higienizador próprio (hipoclorito de sódio) ou o método de fervura.

A salada é uma refeição indispensável para quem deseja ter uma alimentação saudável e balanceada, e a partir dessas dicas e informações, você garante que seu mix de verduras e legumes possuirá todos os nutrientes, minerais e vitaminas necessárias para o seu organismo funcionar bem. Para melhorar ainda mais a sua saúde através das refeições, saiba como diminuir o açúcar no seu dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *