Como acabar com as espinhas internas?

Ter espinhas não é nada agradável, espinha interna, então… piorou! Só quem já sofreu com esse problema sabe o quanto uma espinha interna pode ser dolorida, além de, claro, desagradável.

Muitas vezes, a primeira reação de quem está com espinhas é querer espremê-las, afinal, ninguém quer ficar com esses monstrinhos no rosto, não é mesmo!?

Mas espremer as espinhas nunca é a melhor solução, muito menos se elas forem internas! Cutucar uma espinha interna pode causar inflamação e inchaço no rosto e até mesmo deixar a região da espinha com pequenos hematomas.

Como aparecem as espinhas internas?

As espinhas sempre se manifestam quando ocorre um fechamento do ducto pilossebáceo, que é por onde saem o pelo e o sebo do nosso corpo. Quando essa oclusão acontece, o sebo fica retido sob a pele e resulta em um cisto, que é o que dá origem à espinha interna.

A principal característica da espinha interna é que, quando ela se manifesta, ela não erupciona. E é por isso que não é possível eliminar uma espinha interna usando apenas os dedos.

Além disso, a espinha interna pode acabar inflamando quando uma bactéria entra em contato com o cisto formado pela retenção do sebo. Essa bactéria, que se chama propionibacterium acnes também é responsável pela dor e o inchaço das espinhas internas.

Como tirar espinhas internas?

Como já dissemos, as espinhas internas não erupcionam, ou seja, elas não ficam com aquela pontinha exposta. Então, tirar a espinha com os dedos não é mesmo uma possibilidade.

O ideal, nestes casos, é fazer o uso de uma pomada para espinha e também de um sabonete para espinhas com propriedades secativas. Mas é importante lembrar que as espinhas internas não secam tão facilmente e que, mesmo usando esses produtos, elas podem demorar para desaparecer.

Em casos mais extremos, os dermatologistas receitam algum antibiótico ou ácido salicílico e ácido retinóico para que as espinhas internas desapareçam. Mas lembre-se de nunca fazer uso desses medicamentos sem a devida prescrição médica.

Como acabar com espinhas internas

Receita caseira para espinhas internas

Para amenizar esse problema, existem também algumas receitas que ajudam a melhorar o aspecto da lesão e também a diminuir a dor da espinha.

A mais usada é a compressa com chá preto, isso porque a planta que dá origem ao chá (a Camellia sinensis) possui propriedades que são anti-inflamatórias e calmantes.

Essa compressa não elimina totalmente as espinhas internas, mas ajuda bastante a aliviar os sintomas de dor, inchaço e inflamação. Além disso, o calor do chá quente ajuda a aumentar o fluxo de sangue na região da espinha.

Para fazer essa compressa, você deve preparar o chá normalmente usando água quente e a erva. Depois, basta encharcar uma gaze no chá morno e aplicar no local da espinha durante cerca de 10 minutos.

O ideal é fazer essa compressa todos os dias, até que a espinha desapareça, duas vezes ao dia. Você vai perceber que, fazendo isso, a espinha vai começar a diminuir ao longo dos dias.

Como acabar com as espinhas?

Não existe uma fórmula mágica que acabem com as espinhas para sempre, mas existem algumas formas de impedir que elas apareçam. Veja algumas dicas para evitar e acabar com as espinhas:

Lave a pele duas vezes ao dia

Pode parecer algo supersimples, mas muitas pessoas não têm o hábito de lavar o rosto diariamente. Para evitar o aparecimento de espinhas, o ideal é lavar a pele do rosto, pelo menos, duas vezes ao dia. No caso das peles oleosas, esse número deve ser ainda maior. Use sabonetes apropriados para o seu tipo de pele.

Invista em esfoliações

Esfoliar a pele ajuda a eliminar células mortas do rosto e evita o aparecimento de espinhas. Você pode fazer receitas caseiras (com açúcar, por exemplo) ou usar esfoliantes específicos para o seu tipo de pele.

Não use maquiagem em excesso

Nem todas as mulheres sabem, mas o uso excessivo de maquiagem pode colaborar para a formação de espinhas. Por isso, é muito importante dar prioridade para produtos de maquiagem que sejam livres do óleo.

Evite cremes oleosos

Assim como as maquiagens, você também deve evitar usar cremes muito oleosos na pele do rosto, pois eles podem fazer com que os poros se fechem e formem espinhas internas.

Tenha cuidados alimentares

Comer alimentos muito gordurosos pode influenciar na formação de espinhas e comer alimentos que podem causar alergia também. Se você tem alergia a alguma comida, evite comê-las, principalmente se tiver com uma espinha no rosto, pois isso pode deixar a ferida mais aparente.

Faça exames para checar seus hormônios

Não é muito comum, mas as espinhas e outras alterações no rosto podem estar relacionadas com algum tipo de doença. Por isso, é importante fazer exames para ver se está tudo bem com a sua saúde.

Com essas dicas fica muito mais fácil se livrar das espinhas internas, não é mesmo!?

Leia também