Leila Mendes

Como fazer cronograma capilar corretamente?

Cada vez mais somos consumidos por uma avalanche de informações sobre como cuidar dos nossos cabelos. A internet nos trouxe opções, dicas, misturinhas caseiras, enfim, uma infinidade de maneiras e temas que antes nem sequer tínhamos conhecimentos ou sabíamos que eram possíveis fazer. Mas atenção: diante das inúmeras informações, é importante estar sempre atento naquilo que se lê e não confiar em tudo que se vê por aí. Diante disso, viemos ensinar a maneira correta de como fazer um cronograma capilar. Você já ouviu falar sobre o assunto? Sabe o que é? Como faz? Se não sabe, chegou a hora de aprender. Então vamos lá!

Como fazer um cronograma capilar?

Antes de explicar como fazer um cronograma capilar, vamos te contar o que é o cronograma capilar. O cronograma nada mais é que uma rotina de cuidados com os cabelos que intercala três tratamentos principais: hidratação, nutrição e reconstrução. Cada etapa do cronograma capilar proporciona uma solução específica para cabelos danificados por diversos fatores, sejam eles: uso excessivo de ferramentas de calor, poluição, incidência de raios solares, cloro da água, procedimentos químicos de coloração ou descoloração, entre outros. O cronograma capilar pode ser feito em todos os tipos de cabelos, independente da sua textura ou curvatura, do 1 (liso) ao 4C (mais crespo), e até mesmo, e com igual importância, em cabelos que estão passando pelo processo de transição capilar. O período sugerido para intercalar os tratamentos é de quatro semanas. Durante esse tempo, é possível suprir as necessidades dos fios e restaurar completamente a saúde capilar. Na tabela abaixo, sugerimos como montar seu cronograma capilar!

Agora que você já tem a sugestão de cronograma, vamos te explicar o que é cada uma das etapas.

– Hidratação:

Ela pode ser considerada um dos tratamentos capilares mais conhecidos de todos os tempos. Sempre que pensamos em cuidar dos cabelos, a hidratação é a primeira palavra que vem a mente. E não poderia ser diferente, afinal, ela é responsável por repor água e nutrientes essenciais que são perdidos diariamente. Manter uma rotina de hidratação fará com que os fios fiquem livres do ressecamento e cada vez mais saudáveis. Procure produtos que tenham em sua formulação ativos como: D-Pantenol, Manteiga de Oliva, Óleo de Coco Extra Virgem, Babosa e Aminoácidos funcionais.

Dica para saber se seu cabelo precisa de hidratação:

Faça o teste de porosidade. Em um recipiente transparente, coloque um pouco de água e em seguida um fio do seu cabelo. Se seu cabelo boiar, ele precisa de hidratação.

– Nutrição:

Os cabelos cacheados e crespos naturalmente tendem a apresentar maior ressecamento nos fios, uma vez que, sua curvatura impede que a oleosidade do couro cabeludo chegue as pontas. Nesses casos, o tratamento mais indicado para eliminar o ressecamento é a nutrição capilar. A nutrição capilar é o tratamento responsável por repor lipídeos aos cabelos. Mas você sabe o que são lipídeos? São gorduras produzidas pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo e sua função é conferir uma camada protetora aos fios, deixando-os nutridos e brilhantes. Assim, a nutrição capilar é a melhor maneira de garantir que os fios fiquem bonitos e saudáveis. Produtos com os seguintes ativos são os mais indicados: óleo de rícino, óleo de coco, óleo de argan, óleo de manga, óleo de girassol, óleo de abacate, óleo de amla, azeite de oliva, proteína do ovo. Dentro da nutrição capilar, você ainda pode optar por fazer as umectações. Mas o que são essas umectações? Existe a umectação noturna que é indicada para cabelos muito ressecados e é realizada durante a noite, ou seja, antes de dormir você aplica no cabelo um óleo 100% vegetal, coloca uma toalha ou camiseta e deixa agir durante o sono. E existe também a umectação com o óleo 100% vegetal em que você aplica no cabelo e deixa agir por 30 minutos. Depois é só enxaguar.

Dica para saber se seu cabelo precisa de nutrição:

Faça o teste de porosidade. Assim como na hidratação, você vai pegar um recipiente transparente, colocar um pouco de água e em seguida um fio de cabelo. Se seu cabelo não afundar e nem boiar, ele precisa de nutrição.

– Reconstrução:

Essa etapa costuma ser a mais potente de todo o cronograma capilar. É aquele momento em que os cabelos estão quebradiços, finos e porosos devido, na maioria das vezes, as ações químicas em que os fios foram submetidos. A reconstrução age na reposição de proteína aos fios, especialmente a queratina. Por esse motivo, a reconstrução só deve ser feita com base na real necessidade do cabelo, logo, apenas quando estiverem extremamente danificados e elásticos. Do contrário, a cada 15 dias é o mais indicado. Os produtos mais indicados são aqueles que contém: colágeno, creatina, arginina e cisteína.

Dica para saber se seu cabelo precisa de reconstrução:

Faça o teste de porosidade da mesma forma em que fez na etapa de hidratação e nutrição. Porém, se seu cabelo afundar, ele precisa de reconstrução.

Agora que você já sabe como fazer um cronograma capilar, é só arrasar com os cabelos por aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *