Tayla Pinotti

Operação stalker: como desencanar de um romance que ficou no passado

Muito tem se falado em “seguir o baile”, mas em tempos de redes sociais, desapegar completamente de um romance do passado é muito difícil, afinal, as informações estão literalmente na palma das nossas mãos.

O hábito de bisbilhotar a vida do ex é mais comum do que se imagina e, no mundo moderno, esse ato é conhecido como “stalkear”. Essa é uma palavra derivada do inglês – “to stalk” significa perseguir, logo, um stalker é um perseguidor.

Nesse sentido, a palavra não possui um significado totalmente literal, já que quando pensamos em um perseguidor imaginamos uma pessoa que segue todos os passos de alguém.

O stalker do mundo digital é aquele que monitora as redes sociais de outra pessoa, que não passa um dia ser olhar todos os perfis de determinado alguém.

Quando falamos sobre relacionamentos, o ato de stalkear está muito ligado à vontade de ficar por dentro da vida do (a) ex.

Assistir aos stories pra ver com quem ele/ela está saindo, dar aquela olhada nos amigos adicionados recentemente do Facebook e stalkear até as curtidas do Instagram para tentar deduzir com quem ele está se relacionando…

Tudo isso dá uma sensação de controle sobre a vida da pessoa, é como se os stalkers se “adiantassem” para possíveis decepções, já que estão sempre desconfiados.

Porém, é importante mencionar que esse hábito é, na verdade, bastante destrutivo e que a “operação stalker” pode até parecer boa por alguns minutos, mas geralmente ela só gera desconforto e abalo emocional.

Para realmente conseguir “seguir o baile”, é necessário se desapegar do hábito de monitorar seu/sua ex. Quer saber como conseguir isso? Confira abaixo as dicas que separamos.

Comece ficando um dia sem stalkear

Percebeu que está muito sem freio para stalkear? Todos os dias (às vezes mais de uma vez) você entra no perfil dele(a)? Então a dica é a seguinte: prometa para si mesma que vai ficar um dia sem stalkear.

Depois que conseguir ficar um dia inteiro, prometa ficar dois, três… Dessa forma, você vai enfrentando um dia de cada vez até sentir menos necessidade de entrar no perfil da pessoa.

Faça um “detox” de internet

Que tal aproveitar para se desintoxicar da internet como um todo? Ficar “navegando” muito tempo quase nunca é uma atividade produtiva, não é mesmo?

Então você pode limitar não apenas as visitas ao perfil do(a) seu/ sua ex nas redes sociais, mas o feed como um todo. Deixe o celular longe por algumas horas e note a diferença na sua rotina e produtividade.

Faça coisas que te distraiam

Já ouviu aquele ditado que “cabeça vazia é oficina do diabo”? Então. Quando estamos desocupados, temos maior tendência a querer mexer nas redes sociais e, consequentemente, stalkear pessoas.

Sendo assim, a melhor forma de evitar essas recaídas é procurar atividades que distraiam a mente. Pode ser um passeio no parque, a leitura de um livro, uma ligação para um amigo ou qualquer outra coisa que te deixe longe das redes.

Se necessário, exclua o (a) ex das redes sociais

os dias atuais, excluir alguém parece um ato radical demais e essa atitude pode acabar causando bastante desconforto, tanto para quem exclui quanto para quem é excluído.

Porém, em alguns casos essa medida “drástica” pode ser necessária para recuperar a saúde mental. Se você já tentou de tudo, mas não consegue desapegar do stalk, talvez excluir a pessoa seja a melhor opção.

Ah, e depois não adianta pedir o celular da amiga emprestado para continuar bisbilhotando, hein?!

Lembre-se: nem tudo que está ali é a realidade

Manipular uma rotina e inventar uma vida perfeita nas redes sociais é muito simples. Uma pessoa pode passar o dia todo triste e aparentar ter a vida dos sonhos na internet.

Isso quer dizer que, por mais que você stalkeie alguém o tempo todo, o que você está vendo nas redes não é exatamente o retrato da realidade. Desencane disso!

Procure ajuda profissional

Buscar ajuda de um psicólogo é fundamental para qualquer pessoa e pode ser um ótimo norte para quem terminou um relacionamento.

Não tenha vergonha de se consultar com um profissional que cuida da saúde mental das pessoas. Você vai ver como isso irá ajudá-lo a “seguir o baile” mais rápido e a lidar melhor com os seus sentimentos.

Operação stalker: como desencanar de um romance que ficou no passado
4.9 (97.14%) 7 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *