Tayla Pinotti

Como praticar a sororidade? 5 pequenas atitudes que unem mulheres

Como praticar a sororidade

Mulheres crescem acreditando que são rivais. Elas competem no trabalho, na vida amorosa e até mesmo nas coisas pequenas do dia-a-dia.

E é exatamente por isso que, ao longo da vida, é fundamental aprender a praticar a sororidade – palavra que origina do latim latim soror, -oris, irmã + -dade, ou seja, irmandade.

Podemos dizer que sororidade é o contrário de rivalidade, pois consiste no não julgamento prévio entre as próprias mulheres. É a união que se baseia na empatia, no companheirismo e no acolhimento entre pessoas do sexo feminino.

Ela ajuda a desconstruir a ideia de que mulheres podem odiar umas às outras e, com isso, desestimula o ódio e a competição entre elas.

Com pequenas atitudes diárias, é possível praticar a sororidade e provar que, juntas, mulheres são mais fortes.

Como praticar a sororidade?

– Desconstruindo a ideia de que mulheres são inimigas

Nos dias atuais, a palavra “inimiga” se tornou uma expressão para se referir às mulheres que não gostamos, mas é importante colocar a mão na consciência e ver que esse termo pode trazer uma série de malefícios para a convivência em sociedade. Mulheres não devem ser inimigas, pois não são adversárias umas das outras.

– Não fortalecendo estereótipos

“Mulheres são falsas e fofoqueiras” ou “mulher é tudo igual” são frases que reforçam estereótipos e só contribuem para que homens e mulheres formem uma imagem negativa sobre todas as pessoas do sexo feminino. Por este motivo, é fundamental não reproduzir esse tipo de fala e, se possível, ainda interferir sempre que elas forem ditas.

– Não julgando e ofendendo outras mulheres

Viu uma menina na rua com uma roupa muito curta? Não reproduza falas machistas sobre essa situação! Esse é só um exemplo de situações nas quais próprias mulheres julgam umas às outras, mas a verdade é que é preciso ter respeito em todos os âmbitos da vida, afinal, não somos todas iguais.

– Consumindo conteúdo feito por mulheres

Com tantas cantoras e artistas de diversos segmentos legais, por que só consumir conteúdo masculino, não é mesmo? O mundo está cheio de escritoras maravilhosas, então busque ler livros delas. Também aproveite para incluir mais mulheres nas suas playlists.

– Apoiando o trabalho de outras mulheres

Existem muitas mulheres empreendedoras e microempreendedoras, que oferecem diversos tipos de produtos e serviços, então, na hora de buscar por algo, sempre considere contratar os serviços de mulheres. Por exemplo: vai fazer uma tatuagem? Procure uma tatuadora. Precisa de alguém para consertar seu chuveiro? Chame uma eletricista – elas existem, sim!

– Elogiando mulheres não só pela aparência física

Existem inúmeras mulheres admiráveis espalhadas por aí e várias delas estão, inclusive, bem na nossa frente. Por isso, não tenha vergonha de elogiar as mulheres que você admira e, claro, de focar em outras qualidades sem ser a aparência ou as roupas dela. Essa é uma forma bastante simples de começar a praticar a sororidade.

Como praticar a sororidade? 5 pequenas atitudes que unem mulheres
5 (100%) 4 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *