Tayla Pinotti

Você conhece os principais tipos de depilação? Veja qual é a melhor opção para sua pele

Apesar do forte movimento de aceitação da natureza do próprio corpo, inclusive do crescimento dos pelos, muitas mulheres e homens ainda preferem eliminar esses fios, que podem causar incômodo estético.

Por este motivo, já estão disponíveis diversos métodos de depilação, sejam eles definitivos ou temporários. Confira abaixo quais são os principais e escolha a melhor opção para você.

Métodos de depilação permanente

Depilação a laser

Depilação a laser
Realizada em cerca de 8 a 10 sessões, a depilação a laser é feita por meio de uma aplicação de laser que gera um feixe de energia responsável por destruir a estrutura que gera novos fios.

Após realizar as sessões, aproximadamente 80% dos pelos são removidos definitivamente, mas é indicado realizar uma manutenção anualmente. O preço é uma das principais desvantagens desse método, além de ser doloroso.

Ele é indicado para pessoas com pele clara e fios pretos. Em peles de tons escuros, a técnica não costuma funcionar tão bem, já que o contraste entre o pelo e a pele é menor, fazendo com o laser não atinja os fios de forma eficaz.

Fotodepilação

Fotodepilação
Os procedimentos feitos através da luz pulsada são parecidos com a depilação a laser, com a diferença que, na fotodepilação, o folículo é destruído de forma gradual.

É uma ótima opção para quem busca um método definitivo – remove até 95% dos pelos – e que não seja dolorido, já que não agride tanto a pele por usar uma luz mais suave que o laser.

A boa notícia é que o Quantum, um dos tipos de sistema de luz pulsada intensa, pode ser realizado em qualquer tom de pele, claro ou escuro. No entanto, assim como na depilação a laser, o preço é a principal desvantagem.

Métodos de depilação temporária

Depilação com lâmina de barbear

Depilação com lâmina de barbear
Sem dúvidas, a depilação com lâmina de barbear é a mais popular das depilações, já que é prática e barata, podendo ser feita por qualquer pessoa e em qualquer lugar.

Outra vantagem é que não é um método doloroso, além de ser realizado rapidamente. Por outro lado, é importante lembrar que a lâmina elimina apenas a parte superficial dos pelos e, por isso, dura pouco tempo.

Muitas pessoas também sofrem com alergias e irritações ao usar gilete, mas isso não é uma regra – basta ficar de olho. Um ponto que vale ficar atenta é no descarte da lâmina, que deve ser feito após 3 usos.

Depilação com cera quente

Depilação com cera quente
Outro método bastante conhecido – e temido – pelas mulheres é a depilação com cera quente, que é aplicada diretamente na região desejada. O calor é responsável pela dilatação dos poros, facilitando a retirada dos pelos e aliviando um pouco a dor.

A depilação costuma durar de 20 a 30 dias, mas, quando realizada com frequência, pode acabar diminuindo os fios gradativamente, já que o retira pela raiz, enfraquecendo-o.

O custo-benefício costuma valer a pena, já que é uma opção a médio prazo e acessível. Porém, é preciso ter cuidado, já que a cera pode queimar a pele ou escurecê-la, além de causar foliculite e encravar os pelos.

Depilação com cera fria

Depilação com cera fria
Além da depilação com cera quente, existe também a depilação com cera fria. Neste caso, o produto é colocado em um papel celofane e levemente aquecido (o suficiente para o produto grudar na pele). Então, ele é aplicado na região desejada e, em seguida, retirado.

A ação é repetida diversas vezes e costuma ser dolorosa. Assim como na versão com cera quente, a depilação dura cerca de 20 a 30 dias. Pode ser feita em casa e é indicada para quem tem vasos dilatados e sensibilidade ao calor.

Também pode causar foliculite e pelos encravados, além de ressecar a pele e ser mais dolorosa e demorada. Importante: esse método não costuma funcionar bem nas axilas e na virilha pois tratam-se de regiões muito sensíveis.

Depilação com creme depilatório

Depilação com creme depilatório
Facilmente encontrado em farmácias e perfumarias, o creme de depilação destrói a queratina dos pelos, fazendo com que eles caiam.

Basta aplicar o produto na região desejada, esperar o tempo de ação e, em seguida, retirar os resíduos com uma espátula ou esponja, que geralmente acompanham o produto.

Esse método é indolor, de fácil aplicação, baixo custo e pode ser usado em todos os tipos de pele. Os pontos negativos são: o cheiro forte do creme, possíveis alergias e a curta duração da depilação, já que não o retira os fios pela raiz – dura de 3 a 5 dias.

Depilação com aparelho elétrico

Depilação com aparelho elétrico
Outra opção prática e temporária (dura cerca de 20 dias) é a depilação com aparelho elétrico, que também conquista muitas pessoas por ser uma opção portátil e não descartável.

Esses aparelhinhos possuem lâminas que eliminam os pelos e podem ser usados tanto durante o banho quanto com a pele seca. Basta encostar o aparelho no local desejado, sempre inclinado na direção oposta ao crescimento dos fios para remover os fios desde a raiz.

Dermatologistas afirmam que esse tipo de depilação agride menos a pele do que a gilete. No entanto, é bastante doloroso e o custo inicial é mais alto, além do uso do aparelho não ser indicado na virilha e nas axilas.

Você conhece os principais tipos de depilação? Veja qual é a melhor opção para sua pele
4.8 (96.67%) 6 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *