Talitha Benjamin

5 tendências capilares do passado que voltaram com tudo

Entra ano e sai ano, as tendências vêm e vão, mas uma coisa nunca vai mudar: o cabelo continua sendo extremamente importante na expressão da personalidade. Muitos estilos retornam algumas vezes, outros caem no esquecimento e permanecem exclusivos da época em que eram populares. Alguns são recriados constantemente e outros a gente até prefere esquecer que já foi moda.

A boa notícia é que alguns modelos de cortes e estilização foram tão icônicos que voltaram para marcar época nos tempos atuais. Confira a seguir 5 estilos de cabelo populares em décadas passadas que voltaram com tudo para os dias de hoje:

Cabelo afro

tendências capilares

Nos anos 1970, com as tensões políticas e raciais em alta nos Estados Unidos, o cabelo afro tornou-se um símbolo de identidade da comunidade negra. Assim como naquela época, atualmente os debates políticos sobre racismo e diversidade estão em alta, o que fez com o que esse estilo de cabelo (que vale lembrar, foi por muitas décadas mal visto por fazer parte da estética negra) voltasse ao gosto popular. Na década da discoteca, a moda era usar os crespos e cacheados naturais, com bastante incentivo ao volume dos fios.

Franja reta

Franja reta

A década de 1920 representou um período de experimentação de todos os tipos de moda, incluindo roupas, maquiagem, acessórios, e é claro, cortes de cabelo. Foi aí que surgiram os primeiros registros do que hoje conhecemos como a franja reta, aquela que cobre a testa. Esse estilo de franja viria a ser muito popular nas décadas seguintes e continua aparecendo (com modelagens diferentes e misturada com outras tendências para os fios) até os dias atuais.

Pixie cut

Pixie cut

Antagonizando o cabelo longo, que sempre foi um símbolo de feminilidade e intocável para a maioria das mulheres, o pixie cut surgiu na década de 1950 e foi popularizado pelas estrelas de cinema mais famosas e talentosas da época. Prático, versátil e moderno, o pixie cut é com frequência associado à mulheres independentes que desviam do que é socialmente aceitável. Por essa razão, atualmente é um dos cortes de cabelo mais pedidos nos salões, com diversas variações para todas as curvaturas.

Bob cut

Bob cut

Com aparições que datam desde o século 15, é o estilo de cabelo que representa a mulher independente, moderna e progressista. Prova disso é que o bob cut (ou alguma variação dele) é o corte mais pedido em salões ao redor do mundo. É o símbolo da mudança capilar que parte da necessidade de uma mudança dramática. Caracterizado por pontas angulares e mais movimento, o bob cut pode ser longo, médio, curtíssimo, redondo, quadrado, maior atrás ou menor na frente e por aí vai, as possibilidades são infinitas.

Box braids

Box braids

Apesar de terem sido popularizadas por artistas negras estadunidenses na década de 1990, as box braids são, assim como o cabelo afro, um símbolo de identidade e ancestralidade negra. Esse estilo de cabelo vem de comunidades africanas e existem há mais de 5 mil anos. Atualmente, assim como os cabelos crespos e cacheados naturais, voltaram à popularidade graças aos recentes debates políticos e culturais sobre a identidade, cultura africana e racismo, e servem como reafirmação e celebração da estética negra.

Essas tendências capilares compartilham uma coisa em comum: todas elas simbolizam aspectos importantes da identidade feminina. Quer conferir mais tendências que marcaram época e que estão voltando com tudo? Veja aqui looks retrô que estão bombando entre as blogueiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *