Talitha Benjamin

Saiba como aliar procedimentos de beleza e os cuidados na gravidez

Cuidados na gravidez

Os cuidados na gravidez são indispensáveis para manter a saúde da futura mamãe e do bebê. Em uma época no qual ambos se encontram frágeis e suscetíveis a diversos problemas, é importante que as recomendações do que se pode ou não fazer durante esse período sejam seguidas à risca.

Muito se fala sobre alguns procedimentos estéticos que são proibidos durante a gestação, mas é comum se perder entre mitos e verdades. Para esclarecer quais são os procedimentos proibidos e liberados, conversamos com o Dr. Luís Felipe Maatz, cirurgião plástico, e com a dermatologista Livia Ribeiro Pecchia. Confira abaixo.

Cuidados na gravidez

Procedimentos de beleza e cuidados durante a gravidez

No cenário ideal, os cuidados começam junto com a decisão de engravidar. Por isso, especialistas recomendam que, assim que houver a desconfiança ou descoberta da gravidez, o zelo precisa ser imediato e constante, já que, durante os três primeiros meses de gestação, a gestante enfrenta a fase mais propensa a abortos, malformações e deficiências.

Durante a gravidez também ocorrem alterações estéticas no corpo da gestante decorrentes da verdadeira bagunça hormonal: cabelos, pele e unhas, por exemplo, podem sofrer alterações, mas é preciso estar atenta aos procedimentos que podem prejudicar a saúde da mãe e do bebê.

Segundo o cirurgião plástico Luís Felipe Maatz, “praticamente todos os procedimentos estéticos são contraindicados durante a gestação ou lactação, uma vez que não há estudos científicos que comprovem a segurança durante esses períodos”. Isso inclui peelings, uso de aparelhos para reduzir medidas e modeladores, aplicação de toxinas e processos estéticos injetáveis em geral.

Muitas intervenções estéticas que parecem ser inocentes também estão no campo das que podem ser prejudiciais. A dermatologista Livia Ribeiro Pecchia alerta para alisamento capilares e procedimentos a laser.

No caso dos alisamentos, há alguns estudos que indicam uma relação esse procedimento a presença de câncer em crianças. Apesar de ser algo pouco estudado até então, a doutora indica que, em todo caso, é melhor não arriscar. Já o laser, por ser um processo doloroso e desconfortável, pode desencadear contrações involuntárias em uma paciente gestante.

tudo sobre gravidez

É preciso também se atentar a produtos utilizados durante a gestação, a dermatologista alerta para loções e sabonetes que contenham os seguintes tópicos: ácido retinóico, tretinoína e retinaldeído, pois estes oferecerem riscos ao feto.

Sabonetes e loções com ácido salicílico também são contraindicados, por aumentarem a absorção cutânea, permitindo que outros agentes penetrem a pele, aumentando a fragilidade do organismo.

Livia ainda recomenda que a gestante utilize muito filtro solar, hidrate bem o corpo, cuide da alimentação e faça acompanhamento com um dermatologista, caso sinta a necessidade de tratamento estéticos, mas tranquiliza: “o uso de alguns ácidos é permitido durante a gravidez, então manchas, acne e estrias já podem ter seu tratamento iniciado mesmo durante a gestação”.

Para a mamãe que deseja realizar algum tipo de procedimento, fica o alerta dos profissionais para o acompanhamento profissional constante: “nenhum tipo de procedimento, nem uso de medicações ou outras terapias está liberado sem a expressa liberação do médico que está realizando seu pré-natal”.

Eles ainda acrescentam: “Não vale a pena abrir mão dos cuidados na gravidez para fazer algo que que pode colocar a vida do bebê e da mãe em risco. Os procedimentos estéticos podem esperar para serem feitos após o nascimento do bebê”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *