Priscila Esperandio

Cultura do Norte: Tudo sobre o norte e sua riqueza cultural

A região norte do país, composta pelos estados do Amapá, Roraima, Amazonas, Tocantins, Rondônia, Pará e Acre, é muita rica culturalmente, com influências indígenas, africanas e europeias. O povo da região norte é muito festivo, e há forte presença da religiosidade em suas manifestações culturais, através de festivais e rituais. Por isso, a cultura do Norte é tão rica e interessante.
Algumas figuras públicas de origem da região norte do Brasil também, e sempre incentivam o público para que conheçam essa região do País.

Floresta

Música, dança e festas da região norte

Dentre as festas da região norte, a talvez mais conhecida é a de Parintins. O festival do Boi-Bumbá ocorre em junho no Amazonas e consiste na disputa entre os bois Caprichoso, representado pela cor azul, e Garantido, pela cor vermelha. A festa dura três dias e é inspirada em uma das lendas da região norte.
O carimbó, de origem negra, é uma dança típica do norte, mais precisamente do Pará. Já no Tocantins, são comuns as cavalhadas, ritual em homenagem à Nossa Senhora do Abadia.
Há ainda a congada, uma festa com dança de influência portuguesa e africana, celebrada na época do Natal. A dança representa a vitória do povo escravizado e o perdão da realeza aos representantes do antigo poder. A festa se encerra com um batizado dos infiéis.

A rica culinária da região norte

As comidas da região norte são derivadas da herança indígena, baseada em peixes ou mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim). A culinária da região norte tem, entre seus pratos típicos, o tacacá: uma sopa quente feita com tucupi (caldo de mandioca), camarão seco, jambu (um tipo de erva) e pimenta.
Alimentos como tapioca, mingau, farofa e canjica são também muito presentes nesta culinária.
O norte do Brasil é presenteado com a riqueza dos frutos da Amazônia, como o guaraná, cupuaçu, açaí, graviola, buriti, pupunha, bacuri e tucumã.

O artesanato da região norte

Os trabalhos manuais produzidos nesta região têm forte influência indígena. As matérias-primas mais utilizadas são fibras, látex, coquinho, cerâmica, pedra-sabão, couro, madeira e barro. São produzidos artefatos decorativos, utensílios domésticos e acessórios usados em seus rituais culturais, muito comuns na cultura do norte.
Há também os lindos trabalhos de acessórios feitos com o capim dourado, planta exclusiva do Tocantins.

Aspectos culturais da região norte

Há lendas folclóricas muito populares nesta região, muitas de origem indígena e algumas conhecidas em todo o país, como a lenda do boto cor-de-rosa, da Vitória-Régia, Caipora e Boitatá.
Um evento muito grande e popular na região é o Círio de Nazaré, uma grande procissão católica pelas ruas de Belém.

Cultura do norte: riqueza e diversidade

Como você conheceu aqui, a região do norte é muito rica, além de seus recursos naturais, de manifestações culturais com heranças diversas. Ainda é preservado muito da cultura indígena, através da culinária, arte e festas.
Gostou de aprender mais sobre a cultura do norte? Então compartilha este conteúdo com os amigos! Você pode também deixar aqui embaixo suas sugestões ou nos contar o que achou deste artigo. Continue nos acompanhando, até a próxima!

Cultura do Norte: Tudo sobre o norte e sua riqueza cultural
Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *