Tayla Pinotti

Como a espessura dos fios influencia nos cuidados diários

espessura dos fios

Você sabia que assim como existem diferentes tipos, tamanhos e cores, também há diferentes espessuras de cabelo?

Pois é! Os fios podem ser mais grossos ou mais finos, o que determina isso é o código genético de cada pessoa.

Porém, apesar das características naturais do cabelo, outros fatores como o uso de colorações ou químicas alisantes podem modificar a espessura dos fios, já que esses procedimentos alteram a estrutura capilar e fazem com que ele perca nutrientes.

Conheça abaixo um pouco mais sobre cabelos finos e cabelos grossos e saiba como a espessura dos fios influencia diretamente na rotina de cuidados.

Grossos ou finos: saiba como a espessura do fio de cabelo influencia nos cuidados

Fios grossos

São aqueles mais firmes e estruturados, sendo dificilmente rompidos ou quebrados, a não ser que eles não estejam saudáveis.

Quem tem o cabelo grosso costuma ter que lidar com volume e também fica mais suscetível ao frizz. Além disso, a falta de cuidados pode fazer com que os fios fiquem ressecados.

Cabelos com curvatura (ondulados, cacheados e crespos) costumam ser mais grossos, mas existem, sim, madeixas lisas e com espessura grossa.

Tendo em vista todos esses fatores, para cuidar de um hair grosso, as dicas são: usar produtos com ação anti-frizz, que controlem o volume (caso isso seja um problema para você) e investir em hidratações semanais ou quinzenais para combater o ressecamento.

Outra recomendação é optar pelo uso de escovas com diâmetro largo e cerdas espaçadas, pois elas desembaraçam melhor a raiz dos fios grossos, além de serem mais funcionais para cabelos com curvatura, principalmente.

Apesar de serem resistentes, o uso de um bom protetor térmico antes de submeter os fios às ferramentas de calor (como chapinha, secador ou modelador) é indispensável.

Fios finos

São característicos pela fragilidade e leveza. Geralmente, quando você estica um fio fino, ele se rompe facilmente. Também existe uma maior dificuldade para fixação de penteados já que essa espessura costuma sofrer bastante com a oleosidade.

Quem tem o cabelo muito fino deve ter cuidado ao optar por qualquer procedimento químico. Seja uma coloração, alisamento ou um permanente. Isso porque os fios são frágeis e podem facilmente serem danificados.

Geralmente a espessura fina é associada aos cabelos lisos, mas fios tipo 2, 3 e 4ABC podem ser finos também.

Também é necessário investir em tratamentos intercalando hidratação, nutrição e reconstrução para fortalecê-los e evitar a perda de nutrientes que acarreta em quebras.

No entanto, o ideal é optar por produtos com fórmulas mais leves para não deixar o cabelo muito carregado e pesado.

Principais dicas

Na hora de escovar, fazer chapinha ou usar o modelador é preciso ter cuidado com a temperatura do aparelho, que nunca deve estar muito quente, pois isso danifica ainda mais os fios finos. Também é imprescindível usar um protetor térmico antes de usar qualquer uma dessas ferramentas.

Produtos com ação anti-oleosidade e que não pesam também são mais indicados. Pois eles ajudam a dar um “up” no cabelo, dando a impressão de mais volume e movimento.

A questão do desembaraço também é delicada nos fios finos. É preciso ter cuidado para que eles não fiquem cheios de nós, já que costumam “emaranhar” com facilidade. Para evitar que isso aconteça, a dica é pentear o cabelo com cuidado, sem fazer força.

Também é indicado para quem tem a espessura fina não dormir de cabelo solto e evitar deixar ele secar naturalmente. Sprays fixadores podem ser usados, mas com cautela e, após o uso, é necessário lavar com um shampoo detox para a retirada de todos os resíduos do produto.

Como a espessura dos fios influencia nos cuidados diários
4.7 (93.33%) 6 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *