Luiza Olinda

Filtro solar: entenda qual o melhor fator para o seu tipo de pele

Filtro solar

Seja naquele final de semana na praia ou mesmo em um dia chuvoso na cidade, usar o filtro solar é obrigatório para proteger a pele.

O sol é excelente para nossa pele, ajuda na produção de vitaminas e ainda nos deixa com aquele bronzeado incrível, mas mesmo quem quer pegar aquela corzinha precisa usar o filtro solar para evitar que a pele fique vermelha, resseque e descasque.

Ainda que o sol não pareça estar tão intenso assim, os raios solares ainda podem queimar a superfície do nosso corpo e causar graves consequências, como o envelhecimento precoce, manchas, queimaduras solares e até mesmo câncer de pele.

Mas, então, como escolher o filtro solar com textura e fator ideais para cada tipo de pele? Se você está se fazendo essa pergunta agora, fique tranquila. É isso que nós vamos te contar agora! Vem com a gente!

Filtro solar: cremoso ou líquido?

Uma das primeiras decisões que tomamos na hora de escolher o filtro solar ideal é a textura. Muitas pessoas não usam filtro solar diariamente porque não gostam do toque do produto em creme, mas existem opções em texturas diferentes, como a líquida e em gel.

Normalmente, os filtros solares líquidos são mais leves e fluídos, o que diminui a sensação de que você aplicou um produto sobre o rosto. O filtro solar líquido é ainda uma ótima opção para quem tem a pele oleosa e mista, já que os cremes podem deixar esse tipo de pele com um aspecto um pouco gorduroso.

Enquanto isso, quem tem pele seca ou normal geralmente se dá melhor com os cremes e loções que dão a sensação de uma pele mais hidratada e maleável.

Aqui vale lembrar que não basta só aplicar o protetor solar uma vez por dia, principalmente quando você for se expor ao sol intenso durante longos períodos. O ideal é repetir a aplicação a cada duas horas para garantir que sua pele continuará protegida.

Maquiagem com filtro solar vale?

Muitas mulheres não gostam da sensação de aplicar bases e pó por cima do filtro solar e preferem usar apenas maquiagens que tenham proteção solar. De fato, na maioria dos produtos, o fator solar pode ajudar a proteger, mas é necessário garantir que a proteção é suficiente para sua pele.

Por exemplo, a maioria dos produtos tem FPS 15, mas se o filtro solar ideal para sua pele for o 60, pode ser que isso não ajude muito.

Além disso, a maquiagem é aplicada apenas em algumas áreas do rosto, mas toda a face e o colo também exigem a aplicação do filtro solar. Na dúvida, é melhor passar o filtro solar antes da maquiagem e investir em produtos que tenha um fator adequado para você.

Fatores do filtro solar: FPS 15

O FPS significa Fator de Proteção Solar e representa o número de vezes que vai demorar para sua pele ficar vermelha. Por exemplo, com um filtro solar de FPS 15 sua pele vai demorar 15 vezes mais para incomodar do que se você não tivesse aplicado o produto.

Apesar de disso, e de ser um dos fatores de proteção solar mais populares, boa parte dos especialistas indica filtros solares, no mínimo, com FPS 30. Mesmo as peles negras, que normalmente são mais resistentes por conta da maior concentração de melanina, precisam de um fator de proteção mais alto para fazer o seu papel, de acordo com a maioria dos dermatologistas.  

Fatores do filtro solar: FPS 30 a 40

Quem tem a pele morena e negra pode usar filtros solares com fatores que vão do 30 ao 40.

Mas é importante avaliar se, mesmo depois de aplicar o filtro solar, sua pele apresentar vermelhidão ou mesmo arder. Se achar que o esse FPS não está sendo suficiente para proteger sua pele do sol intenso, vale apenas trocar por um filtro solar com maior proteção.  

Fatores do filtro solar: 50 e 60

Os filtros solares com maior FPS são os ideais para quem tem a pele muito clara e sensível ou costuma ficar vermelha com muita facilidade.

Quem faz esportes ou pretende mergulhar muito na praia ou piscina também pode usar os fatores mais altos. Isso porque eles costumam ter uma maior concentração de elementos que bloqueiam os raios solares e aderem à pele com mais facilidade.

Assim, ainda que você transpire bastante e esteja por muito tempo na água, o protetor solar deve continuar protegendo sua pele.

Gostou das dicas? Essas são apenas algumas orientações para te fazer entender melhor como funcionam os filtros solares e te guiar na escolha do melhor produto para a sua pele, mas é sempre bom consultar um dermatologista para que ele possa confirmar o fator de proteção ideal para você.

Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *