Tayla Pinotti

Foliculite nas nádegas: saiba como dar um fim às acnes no bumbum

Foliculite nas nádegas

Embora possa ocorrer em qualquer lugar do corpo onde haja pelos, a foliculite nas nádegas é bastante comum, já que essa é uma das regiões mais favoráveis ao aparecimento dessa inflamação.

Muitas pessoas tendem a acreditar que as feridinhas avermelhadas bumbum são acnes, mas não. A foliculite é infecção leve do folículo piloso (estrutura onde os pelos nascem e crescem) que leva a colisões vermelhas e pus e, por isso, se parece muito com espinhas.

Qualquer pessoa pode apresentar foliculite ao longo da vida, mas alguns fatores podem potencializar o aparecimento dessas inflamações, como transpiração excessiva e depilação com lâmina de barbear.

Se você sofre com esse probleminha e quer saber como acabar com a foliculite no seu bumbum, veja abaixo X dicas para dar fim nessas inflamações desagradáveis.

Foliculite: tratamento para eliminar as inflamações do bumbum

– Consulte um dermatologista

Pode parecer óbvio, mas é importante reforçar a necessidade de procurar ajuda profissional sempre que algo atípico surgir na sua pele. Existem diversos tipos de foliculite, então o ideal é procurar um(a) dermatologista para que ele(a) indique o tratamento mais adequado para a sua inflamação. Muitas vezes, é necessário fazer uso de medicamentos (via oral ou tópica) para tratar a foliculite e apenas um dermatologista poderá receitá-los.

– Use um creme ou pomada anti-inflamatória

Para fazer com que a lesão desapareça, você pode aplicar cremes e pomadas com propriedades anti-inflamatórias sobre o local, já que a foliculite se trata de uma inflamação.

– Higienize a área com sabonete antisséptico

Quando estiver com foliculite no glúteo, é indicado fazer a higiene local usando sabonete antisséptico, que proporciona uma limpeza profunda, e água morna. Ainda é recomendado enxugar o local usando uma toalha descartável.

– Compressas com água morna podem ajudar

Uma alternativa natural para amenizar a foliculite é fazer compressa usando uma solução com duas xícaras de água misturada com uma colher de chá de sal. Isso vai promover uma drenagem da inflamação e acelerar a cicatrização.

Como prevenir as “espinhas” nas nádegas

– Use roupas mais larguinhas

Peças muito justas aumentam o atrito do tecido com a pele, retendo o suor e a umidade e fazendo com que o aparecimento de foliculite se torne mais propenso.

– Mantenha a pele sempre hidratada

Quando você hidrata a sua pele, você se livra das células da pele seca e ajuda a evitar o aparecimento de bolinhas indesejadas.

– Corra para o banho sempre após suar

Tomar banho depois de fazer exercícios ou depois de um longo dia quente é a opção mais simples para remover o suor e a sujeira que se acumulam na superfície da pele e evitar que “espinhas” apareçam. Outra dica é manter a pele sempre limpa e seca, por isso, seque-se bem após o banho.

– Tenha cuidado ao se depilar

Se optar pela depilação com lâmina de barbear, realize o procedimento com água morna e algum creme que reduza o atrito da gilete. Aplicar uma loção hidratante após a depilação também ajuda a deixar a pele menos irritada.

– Faça esfoliações

A esfoliação é um tratamento fundamental para qualquer parte do corpo, pois ela ajuda na eliminação de células mortas e das impurezas, evitando a foliculite nas nádegas.

Foliculite nas nádegas: saiba como dar um fim às acnes no bumbum
4.8 (96%) 5 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *