Tayla Pinotti

A gordofobia em 10 frases que parecem inofensivas, mas não são

Gordofobia

Muitas pessoas não sabem o que é gordofobia e muitas acham, inclusive, que o assunto não passa de “mimimi” (reclamação sem motivo). No entanto, esse é um assunto bastante sério que afeta homens e mulheres de todas as idades.

Pessoas gordas sofrem com preconceito desde criança até o fim da vida. Quantas vezes você já se pegou limitando alguém à apenas essa característica física? “Quem é fulano? Ah, o gordo?” ou “ali perto do gordo” são apenas alguns exemplos de situações nas quais pessoas acima do peso são limitadas à essa condição física.

Se você está dentro dos padrões estéticos impostos pela sociedade, provavelmente nunca vai entender o quão difícil é estar acima do peso e ter que conviver diariamente com o preconceito, que se manifesta de diversas formas.

Além do “bullying” explícito e da aversão que muitas pessoas têm a corpos gordos, a gordofobia também pode se manifestar de forma velada e por meio de comportamentos e frases que estão enraizadas na nossa cultura.

Por isso, para dar o primeiro passo e deixar de reproduzir preconceitos que ofendem pessoas gordas, separamos uma lista com 10 frases que podem até parecer inofensivas, mas que não são.

1. “Você é muito bonito(a) de rosto”

Sem dúvidas, essa é a frase gordofóbica mais clássica! Quando você diz que alguém é bonito de rosto, você implicitamente diz também que o corpo dessa mesma pessoa é feio por ser gordo, o que é totalmente preconceituoso. Afinal, um corpo não precisa ser magro para ser belo, né?

2. “Já tentou fazer dieta?”

Quando alguém sugere comidas lights, “incentiva” uma dieta ou o uso de remédios para uma pessoa gorda, a intenção pode até ser ajudar, mas, ao fazer isso, esse indivíduo pressupõe que quem está acima do peso não cuida da própria alimentação, o que não é necessariamente verdade.

3. “Essa roupa não fica bem em pessoas gordas”

Dizer que existem “looks para pessoas gordas” e “looks para pessoas magras” é uma forma de segregar indivíduos que estão acima do peso. Isso contribui para que homens e mulheres cresçam escondendo seus corpos, evitando roupas de praia ou peças que “mostram demais”, quando, na verdade, eles deveriam ser livres para usarem as roupas que quiserem.

4. “Você precisa emagrecer para arranjar um(a) namorado(a)”

Primeiro: quem disse que essa pessoa quer arranjar um(a) namorado(a)? Segundo: quem disse que essa pessoa quer emagrecer? Além dessas questões, é importante fazer uma reflexão sobre quais motivos levam alguém a acreditar que uma pessoa gorda não consegue se relacionar afetivamente. A bailarina Thais Carla, por exemplo, é casada e contou para a jornalista Karol Pinheiro que nunca teve problemas para se relacionar com pessoas, mesmo sendo gorda. Confira a entrevista na íntegra:

5. “Estou falando pela sua saúde”

Será que está mesmo? Muitas pessoas usam a desculpa de se importar com a saúde de alguém para serem gordofóbicas, mas, na maioria dos casos, elas só estão preocupadas com a estética mesmo. Pessoas gordas podem ser saudáveis e pessoas magras podem ter problemas de saúde, porque o peso não é um medidor de doenças.

6. “Nossa, você está comendo de novo?”

Existem diversos “fiscais da comida” que só fiscalizam, não coincidentemente, o que pessoas gordas estão comendo. Eles fazem isso como se estivessem realmente interessados na rotina de alimentação da pessoa usando a desculpa de que estão alertando, mas geralmente são invasivos e deselegantes.

7. “Eu estou muito gorda”

Não tem nada mais chato do que alguém magro, que nunca foi marginalizado por ter um corpo gordo, falar isso para uma pessoa que realmente está acima do peso. Afinal, se uma pessoa que está um pouquinho fora do padrão está achando seu próprio corpo feio, imagina o que ela acha do corpo de algum realmente gordo, né?

8. “Estou fazendo gordices”

Quando alguém come algum doce ou sai da dieta e diz que está fazendo uma “gordice”, ela implicitamente quer dizer que só pessoas gordas comem coisas calóricas, o que obviamente não é verdade. A palavra “gordice” é totalmente pejorativa e ofensiva, por isso, evite-a.

9. “Você não é gordo(a), é fofinho(a)”

Não, “fofinha” não é um eufemismo para gorda. Se uma pessoa é gorda, ela sabe disso e dizer que ela é “fofinha” não vai fazê-la se sentir melhor. Ser gordo(a) é uma característica física e não um defeito, não tenha medo de dizer essa palavra.

10. “É gordo(a) porque é preguiçoso”

A imagem preconceituosa de que pessoas gordas não se exercitam, não trabalham e são preguiçosas reforça a ideia de que é fácil emagrecer quando, para muitas pessoas, não é. Além disso, existem diversos motivos que causam o excesso de peso, entre eles genética.
É importante lembrar que ser gordo não é (em muitos casos) uma escolha, mas contribuir para a gordofobia é.

A gordofobia em 10 frases que parecem inofensivas, mas não são
4.7 (93.33%) 3 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *