Talitha Benjamin

Guia definitivo dos produtos liberados

Na busca pelos melhores cuidados com os cabelos, muitas técnicas que envolvem diversos cremes, óleos, aplicações e até mesmo alimentos têm aparecido nos últimos anos. Entre elas, a que mais tem bombado – principalmente e entre cacheadas e crespas – é o uso exclusivo de produtos liberados.

Também conhecidas como “pouco shampoo” ou “nenhum shampoo”, as técnicas que utilizam os chamados produtos liberados consistem em tratar a lavagem capilar como um processo de limpeza mais suave e saudável, sem a utilização de certas substâncias que podem ser prejudiciais para os fios.

Antes de entender como funcionam os shampoos e outros produtos liberados, é preciso entender a composição dos shampoos comuns e como eles agem no seu cabelo: a maioria deles possui componentes de emulsificação na composição, responsáveis pela espuma que limpa o couro cabeludo, são os chamados surfactantes.

O problema desses componentes é que, quando usados com frequência e em grande quantidade, podem se tornar agressivos aos fios pois retiram os nutrientes naturais do cabelo durante a limpeza.

O que são os produtos liberados

produtos liberados

São produtos que não contém sulfato, petrolato, parafina e óleo mineral, os chamados surfactantes. Apesar da “moda” ter começado com os shampoos, condicionadores, cremes para pentear, máscaras de hidratação, ativadores de cachos, entre outros cosméticos também já podem ser encontrados na versão liberada.

O tratamento com produtos liberados, no entanto, precisa ser feito não apenas na lavagem, mas sim com todos os produtos utilizados na rotina capilar. Isso porque, se o shampoo é liberado e os outros produtos não, o shampoo não irá conseguir eliminar os resíduos dos componentes dos fios, o que pode prejudicar o cabelo a longo prazo.

Com a popularidade desse tipo de tratamento, a maioria dos produtos livres desses componentes são identificados pelas empresas, mas, por via das dúvidas, é importante checar a lista de ingredientes listada no rótulo.

Nos crespos e cacheados

produtos liberados

Por sofrerem mais com o ressecamento, os cabelos crespos e cacheados são os que mais podem se beneficiar do tratamento com produtos liberados, apesar de todas as outras curvaturas também sentirem os efeitos positivos dessa técnica.

Muitos especialistas afirmam que a maioria dos shampoos e produtos realmente possuem quantidade exagerada de sulfatos, assim como de parafina, ingrediente que serve como uma espécie de maquiagem para os fios, e por isso é encontrado na maioria dos finalizadores e ativadores de cachos.

Como aderir a técnica de produtos liberados

Para quem quer começar aos poucos, a técnica pouco shampoo requer menos trabalho: basta trocar os produtos tradicionais por aqueles que carregam uma quantidade menor de sulfatos, petrolato, parafina e óleo mineral.

Para a técnica nenhum shampoo, como o próprio nome diz, é vetado todo uso de shampoo, produto que deve ser trocado pelo co-wash (condicionador de limpeza). Feito isso, todos os produtos de cuidado capilar precisam ser trocados por produtos liberados.

• Gostou? Veja também, todas as dicas do vinagre de maçã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *