Talitha Benjamin

Como escolher o seu hidratante facial?

Creme facial

O hidratante facial é, sem dúvidas, o primeiro produto que vem na mente quando pensamos em cuidado com a pele. Mesmo para quem sofre com a oleosidade, hidratar o rosto é uma etapa importantíssima para garantir uma pele hidratada, saudável, protegida e livre de manchas e sinais.

Cada pele possui uma característica diferente, o que significa que as necessidades mudam de pessoa para pessoa. Se é ressecada, oleosa, mista, se fica muito tempo no sol, se passa muito tempo sem contato com a umidade, por exemplo, são fatores que afetam o aspecto dessa área e, felizmente, há um produto disponível para os diferentes tipos de necessidade.

Por isso, é importante que você conheça a sua pele antes de investir em qualquer produto cosmético, inclusive com o hidratante. Não pense que aquele produtinho que sua amiga adora e recomenda vai dar tão certo para você. Então, confira a seguir algumas dicas de como acertar na hora de escolher o hidratante facial:

Entenda qual é o seu tipo de pele

Para descobrir qual cosmético irá te ajudar a repor a oleosidade da sua pele, descubra primeiramente do que ela precisa. Seja para peles mistas, secas, oleosas, acneicas, sensíveis ou com condições especiais como melasma ou rosácea, saiba que sempre há um hidratante específico para a sua derme. Você pode descobrir isso apenas observando sua pele, mas o melhor é fazer uma visitinha ao dermatologista. Independente do tipo de pele, todas elas precisam de hidratação!

A textura do creme também precisa mudar conforme o seu tipo de pele: no caso de peles mais oleosas, o ideal é investir em hidratantes com texturas leves e fugir dos óleos, dando preferência para o gel, sérum ou líquido.

Já para as peles ressecadas, as fórmulas mais pesadas e com óleos são mais indicadas, pois vão repor a hidratação necessária para essa necessidade específica. Para as peles mistas e normais, o mais indicado é apostar em fórmulas com ação dupla, que agem tanto nas áreas secas quanto nas áreas oleosas.

Quem tem pele sensível, com rosácea, melasma ou acne precisam de fórmulas leves, com ativos calmantes e livres de substâncias como perfumes e corantes, que podem piorar a situação inflamatória.

Qual é a maneira adequada de se aplicar o hidratante facial?

Hidratante facial

O hidratante para o rosto é indispensável para a rotina de skin care, por isso, mesmo que você escolha pular o tônico, a máscara e o sérum, nunca abra mão do hidratante! Todos os dias, pela manhã ou pela noite, sempre depois de higienizar o rosto e antes de aplicar a maquiagem ou qualquer outro produto, incluindo o filtro solar, aplique o hidratante. Quanto a quantidade, a regra do tipo de pele também vale aqui: para peles oleosas, aplique uma camada mais fina e para peles secas ou mistas, uma camada mais grossa.

Dá para substituir o hidratante por outro produto?

Hoje em dia, com a quantidade avassaladora de produtos disponíveis no mercado cosmético, diversas fórmulas clamam ter ativos hidratantes em sua composição. Séruns, por exemplo, são oferecidos com ativos anti-envelhecimento, firmadores, clareadores, filtro solares, etc etc.

No caso do sérum facial, se ele já possuir fator hidratante, ele pode substituir o hidratante. No entanto, é preciso ficar atenta ao outros ativos presentes na fórmula, e se eles estão compatíveis com as necessidades do seu tipo de pele.

Já no caso da água micelar e da água termal, por mais úteis que elas sejam na hora de remover a maquiagem, acalmar dermes sensíveis ou para limpeza, elas não possuem ativos hidratantes e, portanto, não devem substituir esse produto e sim complementá-lo.

O hidratante facial correto e mais adequado para você vai garantir uma pele viçosa, saudável e cheia de vida. Para descobrir quais os outros produtos necessários para uma rotina de skin care, confira esse guia básico para os cosméticos da sua rotina de beleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *