Você sabia que comete erros de higiene durante a menstruação? Saiba quais

Veja como manter a higiene da sua menstruação em dia

A menstruação, apesar de ser um processo natural do corpo feminino, ainda é cercada de tabus e estigmas, causando bastante desconforto quando se torna um assunto nas rodas de conversa. No entanto, conhecer o próprio corpo, suas fases naturais, principalmente no que diz respeito à vida íntima, é essencial para preservar a saúde e manter o sistema reprodutor funcionando de forma regular.

As mudanças corporais que acontecem durante a menstruação afetam o corpo todo – os óvulos não fecundados são eliminados, junto com o revestimento do útero. Além de todo o cuidado para tratar o desconforto – que inclui dores, cólicas abdominais, indisposição, inchaços e mudanças de humor -, a atenção para a saúde íntima durante esse período precisa ser redobrada: a presença de sangue e secreções aumentam as chances de colonização de bactérias e fungos.

Além disso, o fluxo sanguíneo é maior e o colo do útero se abre, facilitando o desenvolvimento de infecções e doenças mais graves e profundas. Por essa razão, cuidar da higiene íntima é essencial durante o período menstrual. Confira a seguir alguns erros que você pode esta cometendo durante a menstruação:

Usar o absorvente por muito tempo

Cada mulher menstrua de uma forma diferente: algumas têm o fluxo mais intenso, outras têm o ciclo menor e por aí vai. No entanto, independentemente do fluxo, o absorvente (interno e externo) precisa ser trocado a cada 4 horas. Isso impede que o sangue fique por muito tempo em contato com mucosa vaginal, e evita a proliferação de bactérias. Além disso, os diferentes tipos de absorvente também oferecem certos riscos para a saúde caso não sejam trocados com frequência.

No caso do absorvente interno, por ser introduzido no canal vaginal, ele pode absorver secreções naturais que servem para o funcionamento da flora vaginal. Além disso, a síndrome do choque tóxico (SCT), uma infecção grave, está ligado ao uso prolongado e inadequado do absorvente interno.

Já o uso prolongado dos absorventes externos pode causar alergias, irritações e assaduras por causa do aumento da temperatura, da umidade e do atrito.

Não lavar a vulva corretamente

A vulva é a parte que engloba toda a parte externa do órgão reprodutor da mulher. Durante esse período, ela precisa ser bem higienizada para retirar completamente os resquícios da menstruação. A melhor forma de fazer isso, durante o dia, é usando lenços umedecidos ou lavando a região com água. Isso porque só o papel higiênico não consegue eliminar o sangue que adere a pele, e por isso, não limpa completamente.

Já durante o banho, também existe uma forma correta de limpar a região íntima: não ensaboe ou esfregue demais (use apenas sabonete neutro e as mãos) a região; lave apenas a área externa para retirar resíduos da vulva e dos lábios vaginais; e sempre seque muito bem a região após o banho. Seguindo esses passos, você elimina a sujeira e também preserva a proteção natural da vagina (que tem o seu próprio mecanismo de eliminação de impurezas).

Não higienizar as mãos ou o coletor menstrual

Assim como a vulva precisa estar limpa, a sua mão também precisa estar. Certifique-se de estar sempre com as mãos higienizadas (após lavá-las com água e sabão) antes de lavar, limpar ou manusear a região íntima.

Se você usa o coletor como método de barreira para o fluxo menstrual, é preciso ter muito cuidado ao manuseá-lo. A cada troca, lave-o com sabão de pH neutro (para não alterar o pH natural da vagina) e muita água. As mãos também precisam estar bem limpas antes de colocar ou tirá-lo. Antes e após o início do ciclo menstrual, o coletor precisa ser esterilizado em um recipiente exclusivo para isso. Na hora de guardar, seque o objeto muito bem e deixe-o em um local seguro e longe de contaminações.

Como o risco de contaminação por bactérias e fungos é muito maior durante a menstruação, é muito importante priorizar a saúde íntima nesse momento do mês. Assim, você não precisa adicionais infecções e outras doenças a lista de desconfortos nesse período do mês tão complicado. Aproveite e saiba mais sobre a menstruação livre.

Leia também