Tayla Pinotti

Por que você nunca deveria usar seu horário de almoço para trabalhar mais

horário de almoço

Seja por excesso de tarefas acumuladas ou por “cultura” de uma empresa ou setor, cumprir o horário de almoço sentado(a) na mesa trabalhando tem sido cada vez mais comum entre pessoas que trabalham em escritórios.

Prova disso é que funcionários, desde estagiários até gerentes, estão seguindo um mesmo padrão: fazer lanchinhos rápidos em frente ao computador ou optar por comidas delivery que possam ser consumidas na mesa – tudo isso enquanto continuam fazendo as tarefas do dia.

Leia também: Comida saudável: 9 dicas para mudar a alimentação e larga o delivery

Em alguns casos, eles chegam a ignorar completamente a pausa para a refeição e só se dão conta de que não comeram nada quando o expediente está terminando.

No entanto, por mais naturalizada que tenha se tornado esse tipo de atitude, a verdade é que ela pode ser prejudicial por inúmeros motivos. Além de não ser nada divertida, ela também não é saudável.

Por isso, por mais óbvio que possa parecer, entenda por quais motivos você nunca deveria usar o seu horário de almoço para trabalhar.

Corpos e mentes merecem e precisam de uma pausa

De acordo com pesquisa citada na Forbes, revista estadunidense de negócios e economia, quase 90% dos funcionários norte-americanos relatam que se sentem mais atualizados e prontos para voltar ao trabalho após o intervalo para o almoço. Isso porque essa pausa é essencial, tanto para o corpo, quanto para a mente, sendo crucial para a sua produtividade, pois o seu nível de concentração diminui ao emendar um período no outro.

Você precisa fazer refeições realmente nutritivas

Não se trata apenas de comer e de fazer uma pausa, o horário do almoço deve ser usado para ingerir nutrientes e obter energia para enfrentar o resto do dia. Quando você almoça em sentado na sua mesa, tende a fazer refeições pouco nutritivas e também a comer mais do que realmente precisa, já que não está prestando atenção no ato de comer em si.

Leia também: Alimentação saudável: dicas para reeducar a sua alimentação

Em algum momento, sentir fome, vontade de comer ou de se distrair vai ser inevitável

Se você não parar para almoçar, inevitavelmente vai chegar um momento que você procurar opções de lanchinhos que, na verdade, são a pausa sensorial que você não se deu na hora do almoço. Ou seja: uma hora ou outra você vai ter que parar, então melhor que faça isso no tempo certo, não é mesmo?

O horário de almoço vai muito além de um momento para comer

Ao fazer uma pausa para almoçar, você também está tirando um momento para descontrair, socializar e interagir com pessoas – colegas de trabalho ou não – ou até mesmo para fazer coisas prazerosas, como ler um livro ou caminhar num parque. Em 60 minutos dá para fazer muito mais do que apenas comer.

Horário de almoço não cumprido pode gerar problemas para a empresa e para você

Além dos malefícios para a saúde e bem-estar, não cumprir o seu horário de almoço pode causar problemas para você e para a empresa. Isso porque a regra geral prevista na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) estabelece que jornadas de trabalho acima de 6 horas tenham direito a intervalo entre 1 e 2 horas. Caso esse intervalo não seja respeitado, o trabalhador tem o direito de recebê-lo com acréscimo de 50%. Por outro lado, se no contrato de trabalho estiver especificado que o horário de almoço do colaborador é de 1 hora, cabe à ele, então, cumprir este requisito integralmente. Sendo assim, é importante para ambos os lados que essa regra seja cumprida para evitar futuros problemas para o funcionário e para a empresa. Fique atento (a)!

Leia também: Home office: Oque é, áreas para trabalhar e vantagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *