Thauany Lima

Manchas na pele: principais causas e como tratar manchas no corpo e rosto

Manchas na pele

As manchas na pele são inimigas de qualquer pessoa, elas aparecem na adolescência, vida adulta ou até na velhice. O importante antes de procurar meios de eliminá-las, é saber por qual motivo elas apareceram e qual tipo de mancha ela é.

Cada tipo de mancha tem um tratamento específico, mas em muitos casos as manchas podem ser indicações de problemas de saúde mais graves, por isso é importante se informar sobre o aparecimento de cada mudança de cor na pele.

Manchas do sol

Manchas na pele

Outras manchas mais comuns na pele são aquelas causadas pela exposição no sol, essas podem se transformar em sardas, melanose, melasma, entre outras. Em quase todos esses casos o uso frequente de protetor solar pode evitar o aparecimento, mas, em casos específicos como, por exemplo, melanose, a predisposição genética e alterações hormonais podem ajudar no desenvolvimento das manchas.

As manchas na pele causadas pelo sol, quase sempre aparecem depois dos 40 anos e em pessoas de pele clara. As partes mais afetadas por essas manchas são as mãos, braços, rosto e pescoço.

O tratamento para esse tipo de mancha deve ser indicado por dermatologista, pois o profissional deve avaliar a gravidade das manchas para indicar a melhor alternativa. Mas, em casos mais superficiais, as esfoliações a cada 2 semanas já ajudam a diminuir o aspecto manchado.

Micose ou pano branco

Manchas na pele

A micose (ou pano branco) é uma infecção comum que aparece devido ao um fungo que deixa a pele com pequenas manchas esbranquiçadas.

O pano branco é conhecido popularmente como “micose de praia”, mas, em muitos casos, a pessoa não se contaminou na praia, pois o fungo responsável pelas manchas já vive na pele humana, mas em pequenas quantidades. Então, quando o hospedeiro se depara com o sistema imunológico baixo, a infecção se alastra, transformando-se na micose.

Geralmente o tratamento para as micoses menores e superficiais é feito com “creme antifúngico”, que deve ser aplicado na pele pelo menos duas vezes ao dia, durante duas semanas. O dermatologista irá orientar sobre o tratamento mais adequado.

Manchas vermelhas

Manchas na pele

 Manchas vermelhas na pele podem ser consequências de uma dermatite causada pelo aparecimento de alergias. Essas alergias podem ser provocadas por alimentos como: camarão, morango ou amendoim. Ou por produtos aplicados na pele, por exemplo, perfumes, hidratantes, sabonetes e etc. Alguns objetos também podem causar irritações avermelhadas na pele, por exemplo, são pulseiras ou colares.

O tratamento para essas manchas geralmente é feito com creme a base de corticoide por, pelo menos, 2 vezes por dia, até que as manchas sumam. O importante é procurar um dermatologista para saber o porquê do aparecimento das manchas.

Acnes e espinhas

Manchas na pele

As acnes e espinhas vivem incomodando os adolescentes e, em muitos casos, até os adultos. Isso porque, em muitos casos, mesmo depois que somem da pele, elas acabam deixando aquelas manchas terríveis, dependendo do tamanho da inflamação.

O tratamento para essas manchas deixadas pela juventude é sempre usar protetor solar e evitar exposição ao sol, manter a oleosidade da pele controlada com tratamentos anti-acne e, em alguns casos, o clareamento na área manchada é a melhor alternativa, apostando, por exemplo, nos cremes com ácidos, peeling com ácidos, tratamentos estéticos como laser, microagulhamento, entre outras indicações dermatológicas.

Vitiligo

Manchas na pele

O vitiligo é uma doença que pode surgir em qualquer idade e é uma patologia causada pela morte de células produtoras de pigmentos, o que resulta em manchas brancas no corpo, chamadas despigmentação.

As manchas aparecem em todas as áreas o corpo, principalmente em cotovelos, joelhos, rosto, pés e mãos.

O vitiligo ainda não tem cura, mas existem tratamentos dermatológicos para cada caso, a principal dica é usar protetor solar, pois a pele mais clara pode desenvolver com mais facilidade um câncer de pele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *