Mitos e verdades sobre o botox

Quando falamos de intervenção estética, o botox – ou a injeção da toxina botulínica – é o mais popular, sendo o procedimento mais realizado no mundo inteiro, tanto em homens quanto em mulheres. Segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (a ISAPS, em inglês), foram mais de 4,6 milhões de injeções aplicadas apenas no ano de 2015.

A maioria das pessoas conhece o botox no rosto e o associa ao tratamento de rugas e linhas de expressão. No entanto, essa substância é, na realidade, bem versátil, podendo ser utilizada em muitas outras situações.

Dr. Luís Felipe Maatz, Cirurgião Plástico, com especialização em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), explica tudo o que você precisa saber sobre o botox, e esclarece os mitos e verdades sobre o procedimento:

O botox facial só funciona para suavizar as linhas de expressão e rugas.

MITO. Apesar de ser o usado na maioria das vezes para essa finalidade, Maatz afirma que essa não é a única finalidade do botox: “a toxina também é utilizada no tratamento de enxaquecas, com excelentes resultados. Também serve para tratar algumas doenças musculares, como contrações involuntárias, por exemplo.” Em outros procedimentos estéticos, o botox pode ser utilizado para arquear a sobrancelha, arrebitar a ponta do nariz, entre outros.

O botox pode ser utilizado em qualquer faixa etária, em homens e mulheres.

VERDADE. A aplicação não tem restrição de idade ou gênero, podendo ser realizada em qualquer um. Em pacientes mais jovens que desejam aplicar por motivos estéticos (em média de 20 a 29 anos), o procedimento é “preventivo”, ou seja, como a pele dessa idade ainda não possui rugas ou linhas de expressão definitivas, a aplicação é feita apenas para evitar dobras e vincos profundos.

O botox deixa a pessoa “sem expressão”.

Aplicação de Botox saiba mais

MITO. Ao contrário do que se acredita, o botox não tem um efeito paralisante, e sim de contração dos músculos. É o procedimento estético mais realizado em todo o mundo, justamente por ser simples, seguro e muito eficaz: “se aplicado de forma adequada e por um profissional experiente, a aplicação da toxina irá proporcionar uma suavização das marcas de expressão, com sensação de rejuvenescimento”, garante o doutor Luís Felipe Maatz.

O botox é seguro e possui poucos efeitos colaterais.

VERDADE. Se aplicado corretamente, com um profissional experiente, o botox é totalmente seguro e não apresenta efeitos colaterais irreversíveis ou graves. O procedimento também não é definitivo. No entanto, é preciso que se saiba que há algumas contraindicações e alguns incômodos após a aplicação: “a toxina botulínica deve ser evitada em pacientes alérgicos a algum componente do produto, gestantes, pacientes que fazem uso de algumas medicações (como anticoagulantes ou antibióticos específicos) ou com algumas doenças em atividade, como as autoimunes, por exemplo. Após o procedimento, o paciente também pode apresentar alguns hematomas no local da aplicação e cefaleia nos primeiros dias”, alerta o doutor.

Leia também