O que é feng shui e como ele pode melhorar o astral da sua casa

O que é feng shui e quais os seus conceitos para deixar a sua casa sempre bem limpa com a energia emanada

Muitas dos trends de decoração podem parecer coisas mega atuais, mas algumas delas têm origens muito mais antigas do que se imagina. O feng shui, por exemplo, um conceito de decoração que se baseia harmonização de objetos, é uma arte de origem milenar. Nesse conceito, acredita-se que cada ambiente possui uma energia específica, o chi. Investir nessa trend pode dar uma cara nova para a sua casa e também pode trazer muito mais benefícios além da estética.

O que é feng shui?

O feng shui existe há mais de 4 mil anos e se manteve vivo graças aos antigos mestres chineses que tinham como filosofia observar a reação positiva ou negativa da natureza na hora de construírem o ambiente ideal para as plantações, moradias e outras atividades.

Praticado de diferentes formas ao longo do tempo, feng shui significa “vento e água”, e considera que existem vibrações e energias nos ambientes nos quais vivemos, e que elas podem interferir de forma positiva ou negativa no nosso corpo e mente. Para o feng shui, a relação entre o ser humano e a natureza é muito importante.

O intuito dessa arte é transformar os ambientes para que as energias emitidas sejam saudáveis e agradáveis. Através do feng shui, é possível agir nas vibrações energéticas que influenciam a criatividade e a saúde, além de favorecer relações familiares e afetivas, proporcionar sabedoria, sucesso e muitos outros benefícios.

E como colocar o feng shui na prática?

O primeiro passo para te ajudar a entender como funciona o feng shui e como ele pode ser incorporado na sua vida é entender o baguá, o mapa de centros de energia dos ambientes. O baguá é um octógono separado em nove segmentos que influenciam na vida. Confira na imagem abaixo:

O que é feng shui e como ele pode melhorar o astral da sua casa

Você pode interpretar o baguá de duas formas: baseado na Rosa dos Ventos, com o segmento do Trabalho ocupando o Norte, ou posicionando o Trabalho na entrada da sua residência inteira, ou de cada cômodo separadamente. Realizando esse exercício, você consegue até mesmo descobrir o motivo pelo qual certos aspectos da sua vida podem não estar funcionando muito bem, de acordo com as regras do feng shui. Seguindo o baguá, você também tem uma ideia de quais áreas da casa precisam de modificação em seu fluxo energético.

Entendendo a posição de comando

Outro conceito básico do feng shui é a posição de comando. De acordo com ele, cada ambiente da casa possui um objetivo e, em cada cômodo, há um móvel ou objeto que resume esse objetivo. No escritório, por exemplo, esse móvel é a mesa. No quarto, lugar de descanso, é a cama. Esses objetos devem ter o seu fluxo energético livre de obstáculos, estar sempre no centro e em posição de destaque no ambiente, e nunca estar de costas para a porta.

Cada cômodo tem a sua importância

O objetivo dos cômodos também precisa ser respeitado, de acordo com essa teoria: nos locais de descanso, evite levar trabalho, preocupações e aparelhos eletrônicos – pois estes atrapalham o fluxo energético que favorece a tranquilidade e o descanso, e também trazem a energia das ansiedades e preocupações junto com eles, e por aí vai.

Outras dicas para aplicar os conceitos mais básicos do feng shui são: manter objetos que mantenham água corrente no quadrante da prosperidade (fontes, aquários, etc); não deixar obstáculos na entrada da casa; manter a porta do banheiro sempre fechada; ter o máximo de plantas possíveis dentro e fora do imóvel para promover a conexão com a natureza, e incluir todos os elementos em todos os ambientes da casa (seguindo o conceito do baguá) são algumas atitudes que podem melhorar o astral do seu ambiente e fazer as coisas fluírem muito forma melhor.

Leia também