Luiza Olinda

Pano branco na pele: O que é? Como remover?

pano branco

Também conhecido como micose de praia, a doença do pano branco é um mal que pode atingir qualquer um que não estiver atento ao ambiente que facilita seu aparecimento.  

E como os casos costumam aparecer com mais frequência durante as férias de verão, é muito importante conhecer mais sobre as circunstâncias que podem facilitar o aparecimento do pano branco antes de viajar.

Confira tudo o que você deve saber sobre a doença do pano branco!

O que é pano branco e quando ele aparece

O pano branco é uma doença de pele cujo nome científico é Pitiríase Versicolor. Ele é causado por um fungo que vive em nossa derme e que, em condições normais, não nos causa mal algum.

O problema é que alguns fatores, como o calor e a umidade, podem fazer com que esse fungo se prolifere a ponto de não poder ser combatido por nosso sistema imunológico e causar manchas brancas no corpo, que incomodam esteticamente e podem causar coceira e descamação.

Diferente do que muita gente imagina, o pano branco não é uma doença contagiosa e nem pode ser “adquirida” em um ambiente específico. O que acontece é que esse mal se popularizou como uma doença praiana porque o fungo se alimenta da oleosidade da pele e se prolifera com mais facilidade em ambientes quentes e úmidos.

Como durante as férias de verão as praias costumam ser úmidas e quentes o suficiente para nos fazer suar mais do que o normal, elas criam um ambiente perfeito para que o fungo faça a festa e as manchas apareçam.

Mas outras condições de calor e umidade que aumentem a sudorese do corpo também podem facilitar o aparecimento do pano branco na superfície da pele, então essa não é uma doença exclusiva de quem passa as férias na praia.

Quem tem a pele muito oleosa, seja por conta de fatores genéticos ou pelo mal-uso de produtos cosméticos, também pode estar sujeito a doença do pano branco, assim como pessoas que sofram com desequilíbrio hormonal e tenham baixa imunidade.

Como identificar o pano branco

Quando o fungo se reproduz demais em nossa pele, ele gera uma substância chamada ácido azeláico, que faz com que a derme seja incapaz de produzir melanina (que é responsável por dar cor a cútis) quando é exposta ao sol.

Como resultado, as áreas onde o fungo está apresentam manchas brancas ou acinzentadas, que ficam ainda mais evidentes depois de um dia inteiro se bronzeando no sol.

Quem está com pano branco também pode apresentar outros sintomas como a descamação na pele e coceiras nas áreas em que o fungo está presente.

As regiões principais que o pano branco costuma atacar são o tórax, braços e pescoço. Por isso, se você perceber múltiplas manchinhas claras nessas regiões o ideal é procurar um dermatologista, que poderá fazer um diagnóstico mais apurado e definir o tratamento ideal para você.

O que fazer para prevenir o pano branco

Talvez você esteja pensando que, então, a única forma de prevenir o pano branco é fugir das praias e dos ambientes mais quentes e úmidos durante o verão, mas você não precisa fazer isso, obrigatoriamente.

Adotando alguns cuidados básicos nos dias mais quentes, você já diminui bastante as chances do pano branco aparecer.

Para começar, se você já tem a pele naturalmente oleosa, deve investir em cosméticos adstringentes e esfoliantes para fazer uma limpeza profunda na pele e desobstruir os poros.

Evite também usar cremes e protetores solares cremosos ou que tenham elementos gordurosos na composição, como óleo de coco e silicone. Ao invés disso, dê preferência sempre para produtos específicos para pele oleosa.  

Em dias que você estiver transpirando muito, vale a pena tomar mais de um banho, tomando o cuidado de lavar bem as áreas que costumam aquecer mais, como embaixo dos braços.

Também é importante fugir de roupas muito pesadas que não permitam que a pele respire nos dias mais quentes, e investir sempre em roupas fresquinhas e que sejam feitas com tecidos leves e de fácil transpiração.

Tratamento para o pano branco

Apesar do pano branco não oferecer riscos sérios para nossa saúde e não ser contagioso, é necessário tratar a doença para que o fungo não se prolifere ainda mais e a coceira e a descamação não se intensifiquem.

Depois de um diagnóstico detalhado, o médico deverá indicar medicamentos orais, loções e cremes para acelerar o desaparecimento das manchinhas brancas causadas pelo pano branco.

O tratamento pode demorar de 1 a 3 semanas, mas o desaparecimento completo costuma levar alguns meses para acontecer. Mesmo assim, a maioria dos casos de pano branco é curado por completo e, com alguns cuidados, você não deve voltar a apresentar a doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *