Tayla Pinotti

Peruca: saiba tudo sobre o acessório que faz a diferença na autoestima da mulher

Durante muito tempo, usar peruca foi um tabu. Em um passado não tão distante, não era raro que as pessoas procurassem locais mais reservados para comprar e aplicar uma peruca. Porque usar fios artificiais era considerado motivo de vergonha.

Felizmente o tempo passa e, nos dias atuais, a peruca passou a ser um acessório comum e bem aceito pela sociedade. Prova disso é que as perucas não tem mais apenas a função de disfarçar algum tipo de doença ou imperfeição, mas também uma opção para inovar no visual a qualquer momento.

Também conhecido como “lace”, esse acessório tem se mostrado peça fundamental na autoestima de muitas mulheres. Principalmente entre as diagnosticadas com câncer e as que estão passando por transição capilar.

Pacientes que passam pela quimioterapia podem sofrer com a queda dos fios e o uso de peruca é um recurso para as mulheres que tem a autoestima abalada pela perda de cabelo.

Para as meninas que estão em transição capilar, as laces são uma alternativa para driblar a fase na qual o cabelo fica com duas texturas (a natural, que começou a crescer após a transição, e a que costumava ser alisada com procedimentos químicos).

Nessa fase, muitas meninas pensam em abandonar a transição. Sendo assim, as laces ou perucas servem como uma ferramenta de apoio para não desistir e nem usar secador e chapinha para alisar os fios enquanto eles crescem naturalmente.

Portanto, a peruca se mostra muito mais do que um simples acessório estético. Pois ela também ajuda a mulher (ou o homem, por que não?) a manter o amor-próprio. Afinal, a autoestima ainda está muito ligada ao cabelo.

Mas, apesar de muitas pessoas usarem lace por “necessidade”, o acessório também pode ser um complemento do look. Pois até celebridades do mundo todo tem apostado nas perucas como parte do visual, porque enxergam no acessório uma forma de inovar e sair da mesmice.

Quer saber tudo sobre acessório que faz a diferença na vida de mulheres e homens? Então confira!

Quais são os tipos de peruca

As perucas evoluíram ao longo dos anos e estão cada vez mais próximas da perfeição graças aos materiais usados que se aproximam de um cabelo e couro cabeludo naturais.

Não existe apenas um, mas vários tipos de perucas: as de cabelos sintéticos, as de cabelos naturais, as de cabelos 100% fibra orgânica, front lace, full lace, lace wigs, u-shaped, silk top e monofilamento. Ainda existem também os apliques e as telas.

Conversamos com a Hairdresser do Lefil Beauty, Rita Paixão, que contou quais são os tipos de perucas e ainda explicou a diferença entre elas.

Front lace

É uma peruca fina. Ela tem uma renda fina na frente do cabelo que é colocada sobre a testa, desse modo facilita a montagem e também faz com que a aparência seja mais discreta, porque o material da base dos fios se parece com a pele humana.

Full lace

É mais maleável, flexível e natural e, por isso, possibilita a produção de penteados. Sua confecção em tecimento é feita fio a fio e manualmente, o que dá a aparência de que os fios de cabelo nasceram do couro cabeludo.

Lace wigs

É um tipo de peruca que caiu nas graças das mulheres devido à sua aparência natural. Sobretudo porque aqui no Brasil, esse tipo é um dos mais usados pelas atrizes e cantoras que aderiram às perucas. A lace wings reúne em os dois tipos mais naturais de peruca (Full Lace e o Front Lace) em uma só. O cabelo usado nesse tipo de peruca é o sintético, portanto deixa o custo mais baixo.

U-Shaped

É uma peruca feita em forma de U, o que permite que a pessoa misture o próprio cabelo a peruca, deixando o visual mais natural. Então, o ideal é optar por uma peruca com a mesma cor e textura do cabelo.

Silk top

É um tipo de peruca cujo o material usado para o tecimento chega muito próximo a aparência de um couro cabeludo, é um tipo de silicone que se parece muito com o couro cabeludo. A parte superior é tecida manualmente, fio a fio e o comprimento é confeccionado à máquina. Esse tipo de peruca é presa na cabeça com um tipo de pente ou tic-tac.

Monofilamento

Também possui uma aparência bem natural, pois sua confecção é feita fio a fio. A base para prender os fios de cabelo é o nylon, um material que dificilmente provoca alergia. Esse tipo de peruca é bastante usado pelas pessoas que sofrem de alopecia ou de calvície. Sendo assim, o seu custo-benefício é um dos principais pontos positivos.

Material sintético x cabelo natural humano

As perucas de cabelos sintéticos são mais baratas. Elas são confeccionadas em uma máquina onde o cabelo é posto sobre uma touca e costurado em uma mesma direção. Por este motivo, sua aparência não é tão natural.

Não é indicado usar tintas e nem ferramentas de calor como chapinha e modelador, pois estes procedimentos danificam a peruca.

Já as perucas confeccionadas com cabelos naturais possuem uma melhor qualidade e, por isso, podem ser tingidas ou modeladas. Por este motivo, elas também costumam ser mais caras.

Cuidados na hora de usar e colocar a peruca

Da mesma forma que você precisa cuidar do seu cabelo, também é necessário tratar as perucas de forma especial para fazer com que elas durem por mais tempo.

A hairdresser do Lefil Beauty, Rita Paixão, contou quais são os cuidados necessários com as laces. Descubra!

Ao lavar:
É importante ter cuidado na hora de lavar os fios para que eles não fiquem embaraçados. Lave a peruca com ela fora da cabeça e “esfregue” todo o cabelo na mesma direção, fazendo movimentos suaves.

Ao secar:
O ideal é usar a temperatura fria ou média do secador para secar as laces. Lembre-se: no caso dos sintéticos, nylon e fibra o secador tem que estar na posição de morno para não derreter os fios.

Ao pentear:
Tenha cuidado com a forma de pentear, pois há o risco de arrancar os fios. Passe a escova suavemente e prefira pentes ou escovas com dentes largos.

Ao colocar:
Prepare o cabelo antes de colocar a lace ou peruca. Certifique-se de que seu cabelo está bem preso! Prepare também a sua pele, limpando ao redor do couro cabeludo para eliminar as impurezas e fixar melhor a peruca. Siga as instruções para colocar corretamente de acordo com a lace escolhida.

Ao usar:
De acordo com a hairdresser do Lefil Beauty, o ideal é usar com cautela. Deixar o couro cabeludo respirar, não usar jamais com a cabeça molhada para não criar fungo. “Além disso, é importante verificar se não está tracionando o seu próprio couro cabelo para não ter quebra, nem alopecia por tração” explica Rita.

Para saber um pouco mais sobre as laces, confira abaixo o vídeo da YouTuber Carol Mamprin, que não dispensa o acessórios nas suas produções!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *