Tayla Pinotti

5 coisas que você deve saber antes de ter um animal de estimação

Cuidados importantes que precisa ter antes de ter um cachorro em casa

É oficial: ter um bichinho de estimação em casa diminui o estresse diário e aumenta as doses de amor. Mas não vá pensando que tudo são mil maravilhas. Ao decidir levar um amigo para a casa, você também estará assumindo uma série de deveres e de obrigações com a vidinha daquele pet.

Não à toa, ao optar pela adoção de cachorros e gatos, a maioria dos centros de adoção exige a assinatura de um termo de responsabilidade. As ONGs de proteção animal ainda fazem uma entrevista com o potencial adotante, pois acreditam que somente dessa forma será possível entender se o animal estará em segurança.

Leia também:Adoção de animais, tudo o que você precisa saber!

Por isso, se você está pensando em adotar um novo companheiro de 4 patas, confira abaixo 5 coisas que você precisa saber antes de levá-lo para a sua casa.

Você precisará de espaço na sua casa

É verdade que existem pets dos mais diversos tamanhos, mas, é preciso lembrar que não importa se você vai adotar um peixe ou um vira-lata de porte grande, o que importa é que o espaço da sua casa o acolha bem. Algumas ONGs, inclusive, fazem visitas nas casas dos interessados para verificar se a residência onde o animal irá viver possui as condições necessárias para o seu bem-estar. Por isso, antes de sair em busca de um bichinho, certifique-se que seu espaço será suficiente para ele.

Pets também dão despesas

Os gastos com os pets vão muito além da alimentação. É preciso estar preparado(a) para idas frequentes ao veterinário, gastos com vacinas e possivelmente com remédios, mais cedo ou mais tarde. Também será necessário investir em acessórios como comedouros, coleiras, tapetes higiênicos, roupas, caminhas e roupinhas, além do banho e tosa, caso o pelo do pet seja longo. Segundo o IPB, o gasto médio mensal com cães no Brasil é de R$ 338,76, o que significa que é preciso ter um planejamento financeiro antes de ter um pet.

Leia também: Poupar dinheiro: 10 dicas e passos de como juntar dinheiro.

Você estará lidando com um ser vivo que precisa de atenção e carinho

Mesmo durante a fase adulta, os pets ainda exigem cuidados diários, já que eles jamais serão totalmente independentes de seus tutores. Se você tem interesse em adotar, vale a pena se questionar se você está mesmo disposto(a) a cuidar do seu bichinho por longos anos ou se só está passando por uma fase. As organizações de proteção animal ainda orientam que o interessado não faça a adoção, caso ele não esteja 100% convicto de que ficará com o bichinho até o final de sua vida.

A castração será indispensável

Bravamente defendida por ativistas da causa animal, a castração não é apenas uma cirurgia que auxilia na redução do número de abandonados, mas que também traz muitos benefícios para a saúde do pet. Essa cirurgia reduz o risco de câncer de mama e de infecção no útero para as fêmeas e diminui a propensão a câncer de próstata entre os machos. Em clínicas veterinárias, a castração pode chegar a custar entre R$ 700 e R$ 1.500, mas algumas ações públicas e mutirões oferecem a cirurgia a custos mais baixos.

Ele será sua fonte infinita de amor

Sim, ter pet dá trabalho, exige tempo, dedicação e dinheiro, mas nada no mundo paga o amor de um bichinho. Além disso, interagir e acariciar um cachorro por apenas 10 minutos resulta em uma baixa significativa no nível de cortisol, principal hormônio ligado ao estresse, o que prova que o carinho e o amor incondicional de bichinho por perto pode te ajudar a experimentar emoções mais positivas. Esteja preparada para todas elas e desfrute de todos os benefícios desse ato de amor que é a adoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *