Thauany Lima

Entrei em transição e fiz relaxamento, mas e agora?

Não é fácil ver o cabelo natural na raiz e as pontas com resíduos de química, não é mesmo? A transição capilar é um período que cobra muita paciência e aceitação de qualquer pessoa, afinal de contas, ninguém gosta de ter o fio com várias curvaturas.
Porém, há quem não consiga resistir aos prazeres de uma raiz sem volume e macia e, por isso se joga no relaxamento capilar no meio da transição.

Mas afinal, posso fazer relaxamento na transição capilar?

Você pode tudo! No entanto, quando se retorna para qualquer tipo de química de transformação durante a transição capilar, se inicia o processo do zero, já que a intenção desse período é “conseguir um cabelo natural e livre de químicas”.
Mas você pode preferir relaxar os fios para deixar os cachos mais soltos e sem volume, isso porque é livre para fazer o que quiser e não precisa seguir qualquer tipo de regra. Combinado?

Não relaxei, mas estou querendo muito fazer isso, posso apostar na química?

Se o seu objetivo é ter o cabelo natural, não deveria apostar na química durante a transição capilar, já que ela vai contra toda a ideologia desse momento.
Porém, você tem toda a liberdade de decidir fazer o que quiser com o cabelo, ou seja, vai fundo caso conheça as consequências desse processo, ok?
Não se esqueça de cuidar muito bem do cabelo relaxado, afinal de contas, ele vai precisar de muita atenção e reconstrução capilar.

Não quero relaxar, mas como driblar as diversas texturas?

Já que decidiu não relaxar o cabelo é hora de apostar nos penteados para disfarçar a transição capilar.
Se gosta de tranças, então faça delas a suas melhores amigas nesse momento, afinal, além de ajudar a deixar o cabelo com um visual lindo, elas também estimulam o crescimento das madeixas, o que acelera o processo de transição capilar.
Aposte nos penteados com tranças boxeadoras, caso o cabelo esteja com um comprimento médio à grande, ou você pode investir nas tranças nagô se o hair for mais curto.
Lembrando que as extensões de cabelo estão aí para serem usadas, então aposte nelas se não estiver com o comprimento que deseja, certo?

Liberdade é ter o cabelo natural?

Na verdade, ser livre é decidir qual o tipo de cabelo você pretende ter, seja alisado, cacheado, crespo, entre outros. Porém, é indispensável entender a opressão e demonização do cabelo “afro”, já que ele foi muitos anos tratado como “errado” ou “duro”. Além disso, você deve saber que quando escolhe um cabelo liso está contribuindo para que os estereótipos de beleza eurocentristas que existem desde a colonização se fortaleçam, ok?
Entendendo esses conceitos, você tem a liberdade de decidir o caminho que deseja seguir e qual cabelo você se sente mais EMPODERADA, afinal de contas, o objetivo é esse, não é mesmo?!
A transição capilar está aí para nos libertar do cabelo quimicamente tratado, mas isso não impede que esse tipo de curvatura seja escolhida, posto que toda mulher e homem devem ser donos das suas próprias escolhas.

Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *