Como manter uma rotina de exercícios mesmo com a agenda cheia?

Rotina de exercícios

Ao contrário do que se imagina, ter uma vida ativa não é apenas sobre emagrecer ou alcançar o corpo ideal. A prática de exercícios físicos traz benefícios para a mente e para o corpo: além de diminuir o risco de doenças como hipertensão, diabetes, cardíacas e câncer de mama e de cólon, fortalece os músculos e ossos e, ainda por cima, ajuda a reduzir a ansiedade, depressão e melhora a disposição.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde para uma rotina de exercícios é de 150 minutos semanais – algo em torno de 2 horas e meia – de atividade física leve ou moderada, ou 75 minutos por semana para treinos mais pesados. No entanto, a maioria das pessoas sofre com horas longas de trabalho e estudo, grandes trajetos para voltar para a casa e níveis altos de estresse, o que acaba não dando espaço para academia ou qualquer outro exercício.

Por que ter uma rotina de exercícios físicos mesmo com a rotina corrida?

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do Ministério da Saúde, um em cada dois adultos não pratica o nível necessário de atividade física recomendada pela OMS. Ainda de acordo com o Ministério, pessoas sedentárias – que não possuem uma vida ativa – têm de 20% a 30% mais chances de morrerem em decorrência de doenças crônicas, como as cardíacas ou diabetes e hipertensão do que quem pratica apenas 30 minutos de exercícios todo dia.

Esses dados nos mostram que investir na rotina de exercícios vai muito além de apenas um hobby. Separando poucos minutos por dia para se dedicar a isso garante uma vida muito mais saudável, menos estressante e pode até mesmo melhorar a sua disposição para encarar o restante a agenda lotada.

Como praticar exercícios mesmo com a rotina cheia? Veja dicas

O primeiro passo para sair do sedentarismo e garantir uma rotina de atividades físicas possível de seguir é entender que é necessário ter muita dedicação, dando a esse novo compromisso a mesma importância que você dá às outras tarefas do seu dia. Veja abaixo algumas dicas que vão te ajudar a encaixar os exercícios na sua agenda.

Faça os exercícios pela manhã

Atividade física matinal pode parecer um pesadelo, mas esse é o melhor momento para realizá-las. Depois que você vencer o desafio inicial de acordar mais cedo, vai perceber que esse é o momento mais produtivo do dia, em que suas energias estão renovadas e você terá mais disposição, comparado ao horário depois do trabalho, por exemplo.

Não permita distrações

Se você agendou o seu treino para determinado horário, programe-se para não haver distrações nesse período. Trate-o como prioridade e dê o mesmo nível de atenção que você dedicaria à algo do trabalho, por exemplo. Não se sinta ocupado por ignorar mensagens, ligações ou qualquer outro contato durante esse tempo, pois a atividade física funciona como um combustível para encarar os desafios do dia a dia, portanto, ele não pode ser interrompido.

Não desista!

Lendo esse texto pode até parecer fácil criar uma agenda regrada de atividade física e obedecê-las – não é, mas também não é impossível. Nos primeiros dias é normal sentir cansaço extremo, falta de motivação e preguiça, pois lembre-se, o seu corpo é sedentário e você está tentando mudar essa realidade. Mas não desista! Com bastante dedicação e comprometimento, é fácil manter a rotina em dia.

Não se limite apenas a academia

Os exercícios servem para manter o corpo em movimento e assim aumentar o fluxo cardíaco, e isso você pode fazer em qualquer lugar. Fazendo exercícios em casa, andando de bicicleta, abrindo mão do carro de vez em quando, ou até mesmo estacionando mais longe e andando até o trabalho, fazendo faxina, passeando com o seu bichinho, carregando as sacolas do supermercado, entre muitas outras.

As possibilidades são infinitas e você pode usar a criatividade para manter-se ativa e comprometida com a sua rotina de exercícios e evitar que o sedentarismo tome conta de você! Confira também como não desistir na academia ao longo do ano – afinal, cuidar do corpo não é importante só no verão!

Leia também