Talitha Benjamin

5 mitos de moda para as gordas deixaram de lado

Qualquer mulher gorda pode te dizer o quanto sair para comprar roupas pode ser um martírio. Seja pela falta de opções, pelo mal-estar de só ver manequins e modelos magras ou pelo preconceito de vendedoras e outras consumidoras, o mundo da moda pode ser muito cruel com quem não tem um corpo magro.

É fato que maioria das mulheres não se encaixa no padrão de beleza imposto pela sociedade, mas, mesmo assim, pouquíssimas marcas ainda oferecem uma variedade maior de tamanhos e caimentos para as suas peças. As mulheres gordas ainda são vistas como um subgrupo de consumidoras, e por causa disso, são obrigadas a se submeterem à “regras” preconceituosas que limitam sua expressão através da moda. 

No entanto, isso vem mudando a cada dia mais. Movimentos de ativistas feministas como o body positivity ou o body neutrality têm incentivado às mulheres gordas a se aceitarem e se sentirem confortáveis com os seus corpos naturais, e também à se libertarem de regras que as impediam de usar a roupa que quisessem.  Pensando nisso, trouxemos aqui 6 mitos de beleza para deixar de lado e passar a se vestir com mais liberdade:

Não pode usar cores claras

Roupas para gordas

Essa é clássica: parecer magra é tão importante que essa “dica” é conhecida pela maioria das mulheres. Preto e outras cores escuras “emagrecem”, então se você é gorda, deve evitar cores claras a todo custo. Mas, fala sério: você realmente quer ficar restrita à usar cores escuras apenas para parecer mais magra? Existe um mundo de cores e estampas para você se esbaldar e usar toda a sua criatividade na hora de montar looks, por isso, não se prenda ao pretinho básico!

Não pode usar “roupas para magras”

Looks para gordas

Em geral, as pessoas que estão acima do peso (ou que simplesmente não se encaixam no padrão) são obrigadas a se restringirem ao setor “plus size” da loja – que inclusive nem sempre está disponível.

A maioria das peças de roupa não são encontradas em tamanhos maiores do que o GG ou 44, e ainda assim estes tamanhos costumam ser pequenos demais. Isso restringe o alcance das pessoas gordas e as impedem de usar as roupas que realmente querem usar e as obrigam a se contentar com os poucos setores ou lojas especializadas em modelos plus size.

Felizmente, isso vem mudando aos poucos graças aos movimentos de valorização da beleza da pessoa gorda, e mais e mais lojas se preocupam em enxergar esse grupo na hora de pensar as peças e tamanhos dos produtos. Aproveite esse movimento e não deixe de usar peças consideradas “para magras”, como um top cropped, por exemplo.

Não pode deixar os braços à mostra

Roupas para gordinhas

Muitas mulheres gordas se sentem mega desconfortáveis ao usar blusas ou vestidos sem mangas por causa dos braços, região que costuma ser um pouco flácida. Isso é impulsionado ainda mais por “dicas” de beleza que aconselham o uso de mangas compridas para esconder essa área. No entanto, limitar-se à usar mangas compridas é restritivo, sem contar no incômodo que isso causa nas estações mais quentes. Independentemente do formato do corpo, todas as mulheres devem se sentir confortáveis em usar qualquer tipo de roupa sem medos.

Não pode usar minissaia, shorts ou vestidos curtos

Looks para gordas

A gordofobia transforma o corpo gordo em algo “anormal” e desagradável ao olhar das pessoas. Por isso, por muitas décadas, a moda ditou que esses corpos não deveriam ser mostrados. Criou-se uma regra velada de que minissaias, shorts, vestidos curtos e outras roupas que mostram bastante “pele” são proibidas, já que tornam impossível da mulher esconder o seu corpo natural. Essa é outra regra que precisa ser ultrapassada, já que as mulheres gordas têm tanto direito de usar roupas provocantes e reveladoras quanto as magras.

Não pode usar biquíni

Moda para gorditas

Por causa dessa regra preconceituosa, qualquer mulher pode te dizer o quanto costumava ser horrível sair para comprar uma roupa de banho. Modelos ultrapassados, desconfortáveis, sem variedade de estampa, corte e todos muito “sem-graça”. É muito comum encontrar mulheres gordas que evitam ir à praia ou na piscina por se sentirem desconfortáveis com a roupa de banho ou até mesmo com os olhares de estranhamento, já que a norma é esconder os corpos gordos.

Hoje em dia, já é possível encontrar uma variedade muito maior de modelos de biquínis e outras peças de roupas para gordas. Além disso, o preconceito de tentar esconder o corpo gordo a todo custo já está sendo deixado para trás, graças à mulheres que assumem a beleza de seus corpos naturais e passam a exigir o seu direito de serem incluídas nos espaços, além de terem a mesma variedade de roupas iguais às mulheres magras. Desmistifique você também o preconceito, aproveite e aprenda o porque é importante ter modelos de vários tipos na mídia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *