Tayla Pinotti

Massagem shantala: o que é e quais são os benefícios

Benefícios da Massagem Shantala e passos de como fazer

Indicada por pediatras e terapeutas como uma medida para controlar o choro e o estresse, a massagem shantala tem chamado a atenção das mamães não apenas por ser um método que faz bem para os pequenos, mas também por estimular a interação entre mãe e filho e fortalecer o vínculo com o bebê.

Apesar de atuar com massagens assistenciais para mulheres em trabalho de parto desde 1960, foi somente durante uma viagem à Índia que o obstetra francês Frederick Leboyer descobriu a shantala, que já era amplamente praticada pelas indianas. O obstetra, então, se encarregou de divulgar a técnica milenar pelo mundo.

Não demorou para a técnica ganhar popularidade, já que a massagem shantala oferece diversos benefícios à criança – e o melhor: todos são comprovados cientificamente. Quer saber quais são eles? Descubra abaixo o que essa técnica pode fazer pelo seu bebê e aprenda a realizá-la!

Shantala: benefícios

Além de gerar estímulos táteis, cerebrais e motores – o que pode melhorar a saúde digestiva -, a shantala para bebês ajuda a combater o refluxo e as cólicas intestinais, além de melhorar a circulação sanguínea e a respiração do pequeno. Os toques também mantém o bebê mais calmo em seu dia a dia, já que fazem com que perceba que recebe atenção.

Com esse estímulo vindo dos pais, o pequeno também aprende a ter mais consciência do seu próprio corpinho. O relaxamento também garante um sono mais gostoso, com menos despertares noturnos e há também quem afirme que essa tranquilidade facilita na troca de fraldas e durante as refeições.

A posição em que o bebê fica durante a massagem facilita o desenvolvimento da musculatura e o aprendizado de abrir e fechar, pegar e soltar, além de estimular a coluna vertebral e a movimentação dos membros. A massagem também é perfeita para bebês de cesárea, que não receberam a “massagem natural” de passar pela vagina da mãe.

Shantala: passo a passo e medidas para adotar antes da massagem

Antes de massagear seu bebê, é preciso se atentar a alguns detalhes. A shantala pode ser realizada após o primeiro mês de vida até a idade que os pais desejarem. No entanto, vale ressaltar que, por mais relaxante que seja, o método não deve ser realizado no pequeno se ele estiver com chorando, com febre, com fome ou se parecer irritado.

O momento ideal para fazer a shantala em bebês é após o banho, quando ele já está pelado. Caso o bebê tenha mamado no peito ou tomado mamadeira, o ideal é esperar pelo menos uma hora para massageá-lo, pois ele pode regurgitar. Também é indicado manter uma fralda embaixo da criança, já que, relaxada, seu intestino tende a funcionar.

As mamães e os papais também devem se certificar de que o ambiente está com uma temperatura agradável, especialmente durante o inverno. Uma dica é aquecer as mãos em água morna antes de tocar o bebê.

Para deixar o toque mais suave e confortável, também recomenda-se que os pais apliquem uma pequena quantidade de óleo vegetal para esquentar as mãos e facilitar o deslizamento pelo corpinho do pequeno. Caso ele sofra com refluxo, coloque uma almofada sobre as pernas para deixar a cabecinha mais alta.

Confira agora o passo a passo para a massagem shantala:

1º passo – Rosto
Com o bebê de frente para você, trace com os polegares pequenas linhas horizontais no rostinho dele. Massageie as bochechas e faça movimentos leves em círculo próximo ao canto dos olhos.

2º passo – Peito
Coloque as mãos no meio do peito do bebê e deslize-as suavemente em direção às axilas.

3º passo – Tronco
Deslize as mãos suavemente partindo da barriga em direção aos ombros, de modo que forme um “X” sobre o abdômen do bebê.

4º passo – Braços
Novamente,coloque as mãos no meio do peito do bebê e deslize-as suavemente em direção às axilas e, em seguida, massageie um bracinho de cada vez.

5º passo – Mãos
Esfregue suavemente seus polegares pela palma da mão do bebê indo até os dedinhos e, depois, massageie um por um suavemente e com um movimento constante.

6º passo – Barriga
Use as laterais das mãos para deslizá-las sobre o abdômen do bebê partindo da parte final das costelas. Depois, passe pelo umbigo e desça até a parte genital.

7º passo – Pernas
Com a mão fechada tipo um bracelete, deslize-a desde a coxa até os pés. Em seguida, use as mãos para fazer um movimento giratório de vai-e-vem desde a virilha até o tornozelo em uma perna e, depois, repita na outra.

8º passo – Pés
Deslize os polegares pela planta do pé do bebê e depois faça uma massagem suave em cada um dos dedinhos;

9º passo – Bumbum e costas
Vire o bebê de barriga para baixo e, em seguida, deslize suavemente suas mãos partindo das costas até o bumbum.

10º passo – Alongamentos
Cruze os braços do bebê sobre a barriguinha dele. Em seguida, abra os braços e cruze as perninhas sobre o abdômen. Estique as perninhas dele e, pronto, a massagem está feita!

Atenção: cada movimento deve ser repetido 3 vezes! E agora que você já conhece todos os benefícios da massagem shantala, aproveite para saber mais sobre o colar de âmbar para bebês, um acessório que também atua no bem-estar dos pequenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *