Talitha Benjamin

Entenda o que é lugar de fala e por que respeitá-lo é importante

Lugar de fala

O termo “lugar de fala” tem aparecido bastante na Internet, principalmente como alvo de polêmicas discussões, já que alguns são contra e outros são a favor. É muito comum vê-lo sendo utilizado em debates sobre racismo ou feminismo, e é bem comum que ocorra interpretações erradas sobre o lugar de fala e o que ele significa de verdade.

O lugar de fala é muito questionado e também muito exigido em discussões sobre opressões sociais. Para entendê-lo e confirmar sua importância, é necessário pensar primeiramente em uma questão:

Em nossa sociedade, quais são as opiniões que importam, ou que são respeitadas? Quais vozes são apoiadas e ampliadas, e quais são silenciadas e reprimidas?

Não dá para negar que existem grupos cuja opinião e ponto de vista são inferiorizados e, muitas vezes, nem ao menos chegam a serem levados em consideração. Você mesmo pode fazer o teste: pense nos professores que você teve ao longo da vida, ou os médicos que te atenderam, ou até mesmo nos filmes, séries e novelas que você assiste, quantas dessas pessoas são mulheres? Ou quantas são negras?

Um indivíduo não fala por todos

O lugar de fala prega a ideia de que não existe apenas um ponto de vista que fale por todos, ou apenas um indivíduo que represente todas as pessoas. Pessoas diferentes passam por experiências diferentes, e, por isso, uma não pode falar pela outra.

Por exemplo, se você quiser saber como é viver em São Paulo, e perguntar para um médico branco que ganha R$ 6 mil reais por mês, e também para uma empregada doméstica negra que ganha um salário mínimo – ambos da mesma cidade – a experiência com certeza será bem diferente, com uma delas estando em uma situação muito mais privilegiada do que a outra, mas ambas são importantes para que a pergunta seja respondida.

O lugar de fala também é importante para refletir sobre quando pensamos. Em quem faz parte das tomadas de decisões que afetam grande parte da população? Será que são pessoas que realmente têm noção da realidade de quem será afetado?

Para exemplificar, é justo que a legitimidade das cotas raciais em universidades sejam discutidas apenas por pessoas brancas? Ou que a discussão sobre direitos reprodutivos seja dominada por homens?

O lugar de fala, além de denunciar que alguns discursos são historicamente menos favorecidos do que outros, também reforça a importância da diversidade em todos os grupos.

Como respeitar o lugar de fala

Esse termo, ao contrário do que se imagina, não significa que algumas pessoas não podem falar sobre certos assuntos, e sim que é preciso abrir espaço para que todas as vozes sejam ouvidas e igualmente respeitadas. Ele também serve para lembrar que certas pessoas têm experiências que as equipam para falar melhor sobre certos assuntos – seja por terem estudado sobre ou por vivência.

Por isso, na próxima vez em que você tiver em uma discussão ou debate, mais do que expressar sua opinião, se esforce para ouvir e refletir sobre outros pontos de vista e discursos: tente enxergar outras perspectivas, exercer sua empatia, e a partir daí, pensar em como você e sua comunidade podem agir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *