Thauany Lima

Sobre ser mãe: virei uma e paguei minha língua

Mãe com duas filhas sorrindo

A maternidade é um dos momentos mais transformadores e contraditórios da vida de uma mulher, mesmo planejando perfeitamente as etapas, nunca sai totalmente do jeito que foi esperado.

Os ensinamentos populares sobre ser mãe são perturbadores e colocam as mulheres em situações frustrantes e de extrema dúvida.

Não existe uma regra certa sobre como é ser mãe, mas existem algumas criticas que queremos seguir ao longo da criação que, em muitos casos, não conseguimos seguir a risca, conhecido como o famoso “paguei minha língua”.

Conheça as principais experiências que as mães tentam aplicar no dia a dia com a criança, mas acaba “pagando a língua”.

Meu filho nunca vai dormir na minha cama

Toda mãe sabe como é complicado os primeiros meses do bebê e o quanto ficamos cansadas. Por isso, a contradição em relação a esse momento pode aparecer, afinal, estamos exauridas e querendo dormir o mínimo que conseguimos, por isso é mais fácil colocar o pequeno (a) do nosso lado durante a noite.

O importante em quebrar essa regra é ignorar as criticas e o próprio ego, afinal, você se programou para uma maternidade vendida pela indústria, e agora está vivendo na pele os desafios da realidade maternal.

Minha filha jamais vai pintar a unha

Essa é para as mães vaidosas que fazem a unha na frente das filhas e que não aguentam a pequena insistindo para pintar a unha igual você.

Quem critica esse momento é porque não teve uma criança enchendo o saco pedindo insistentemente para pintar uma “unhinha”.

Não mata ninguém passar uma cor “clarinha” no dedinho dos pequenos, não é mesmo!? Afinal, eles vão parar de insistir e terão a experiência de ter a unha colorida.

Meus filhos não vão ficar na frente da televisão

Esse é uma pauta problemática, afinal, TV não faz bem para os pequenos, principalmente quando os programas não estão sendo supervisionados.

Antes de ter o bebê os pais programam perfeitamente à vida da criança, mas se esquecem que ela é uma parte significativa na escolha de suas vontades, rs.

O seu pequeno vai querer assistir o que outras crianças estão assistindo, além disso, quando você descobrir a paz que a casa fica quando ele está concentrado na TV e, como você consegue fazer suas coisas sem a interrupção do pequeno, a TV vai começar fazer parte da rotina, acredite!

Se você não é a favor, não julgue mães que fazem isso, afinal, cada uma cria da maneira mais acessível e real.

Meus filhos não vão mexer no meu celular

Essa contradição é clássica, afinal, quando a mãe reparar a paz que a criança dá quando está jogando do celular dela, vai mudar totalmente de opinião, ou não, afinal, cada mãe é de uma maneira, não é mesmo?!

“Vou fazer tudo diferente do que meus pais fizeram”

Esse diálogo é outro clássico da maternidade, mas, acredite, ele sempre “cai por terra”. Vai chegar um momento na criação das crianças que você vai se ver reproduzindo falas e manias dos seus pais, mesmo que seja de forma involuntária.

Então “não cuspa para cima, pode voltar e cair na testa”.

Gostou das dicas de maternidade!? Veja também formas de educar seu filho em um ambiente sem machismo, afinal, esses ensinamentos são fundamentais para a vida em grupo do seu filho.

Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *