Thauany Lima

Tricotilomania: saiba como essa doença pode prejudicar seu cabelo

tricotilomania
Você já ouviu falar de pessoas que são viciadas em arrancar fios do próprio corpo? Pois é, essa doença é mais comum do que você pode imaginar, afetando cerca de 3,6% da população mundial.

A tricotilomania é um transtorno psicológico de comportamento obsessivo. Faz com que os pacientes extraiam fios de qualquer região do corpo, sejam axilas, barbas, abdômen e etc.

Esse transtorno se manifesta geralmente na adolescência, mas não se sabe ao certo a causa. Porém, ela está associada à ansiedade, depressão, TOC, traumas ou histórico familiar.

Por isso, confira como disfarçar as falhas capilares e tratá-las.

Tricotilomania é queda de cabelo?

Esse problema capilar não pode ser considerado uma queda de cabelo, porque nesse caso os fios são arrancados e não caem organicamente.

Geralmente a doença afeta uma maioria feminina, que se sentem com autoestima baixa pela compulsão.

O tratamento da doença geralmente é realizado com medicamentos que diminuem a ansiedade e comportamentos irregulares.

Como cuidar do cabelo nessa fase?

Como a doença reduz a quantidade de cabelo, é preciso ajudar a estimular um crescimento saudável para esconder as falhas.

Por isso, realizar tratamentos semanais com óleo de rícino é fundamental, afinal de contas, esse nutriente é capaz de fortalecer os fios, devido ao ômega 6 e 9 dos ácidos linolênico e oleico, que estimulam um crescimento de cabelo no couro cabeludo.

Você pode usar o óleo de rícino de várias maneiras. Puro, misturado na máscara de hidratação ou em produtos de higienização que contenham esse elemento. Prefira também higienizar os fios com shampoos que possuem D-pantenol, proteínas e vitamina A. São ingredientes que do mesmo modo ajudam a acelerar o crescimento.

Além do rícino que é ótimo para os cabelos, é ideal realizar um cronograma capilar completo para deixar o cabelo saudável e sem qualquer escassez de vitaminas e proteínas.

O cronograma capilar consiste em hidratação, nutrição e reconstrução, tratamentos necessários para devolver tudo que qualquer cabelo precisa.

Quais acessórios usar nessa fase?

Quando se sofre com esse transtorno muitas falhas no cabelo ficam visíveis – isso vai depender da quantidade de cabelo que foi arrancada.

É possível usar lenços e chapéus para ajudar a disfarçar a falta de cabelo em algumas regiões, porém, eles são tão estilosos e modernos que vai ficar difícil deixá-los posteriormente.

Os lenços permitem ser usados de várias maneiras, sem contar na infinidade de cores e estampas.

Confira as inspirações abaixo:

 

Gostou das dicas de como cuidar do cabelo após os danos causados pela tricotilomania? Experimente todos os acessórios e tratamentos para recuperar a autoestima da melhor forma possível!

Tricotilomania: saiba como essa doença pode prejudicar seu cabelo
Avalie esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *