Salon Line

#LevanteSuaVoz, afinal a violência contra a mulher tem que parar!

Durante o período de isolamento social causado pelo COVID-19, o caso de violência doméstica aumentou – e muito. Segundo o Ligue 180, foram recebidas 3.035 ligações e 829 denúncias registradas na segunda quinzena de maio.

“Dados e estatísticas são fornecidos pela imprensa mostrando que mulheres estão denunciando mais. Mas ainda há muito para evoluir. Por exemplo, ainda há mulheres que não têm onde denunciar, mulheres que acham que, quando apanham, é porque mereceram – temos homens que acreditam nisso. E isso se dá porque a lei não está disseminada em todos os municípios brasileiros, e porque falta educação em relação ao tema”. Maria da Penha em entrevista ao site GaúchaZH

Mas, você não está sozinha. São diversos órgãos em todo o Brasil capacitados e prontos para acolher, dar suporte jurídico e psicológico a todas as mulheres vítimas de violência. Você não precisa se calar, a culpa não é sua, é sempre – SEMPRE – de quem agride (fisicamente ou psicologicamente). E lembre-se: a lei está ao seu lado. E nós também. Por isso, #LevanteSuaVoz e saiba o que fazer caso esteja em situação vulnerável ou caso conheça alguém que vivencie violência doméstica.

Dados sobre o aumento da violência domestica

Saiba como denúncia a agressão contra a mulher

Guia do acolhimento , carta produzida pelo mapa do acolhimento

Tipos violência física

Tipos de violência psicológica

Violência sexual tipos

Saiba identificar uma violência moral

Violência patrimonial saiba o que é

Não tenha medo, saiba como denunciar #levantesuavoz

Denuncie a violência

Órgãos para comunicar, caso tenha sofrido violência domestica

Serviços de saúde especializados para atendimento de casos de violência contra a mulher

Jeito que a lei maria da penha funciona

Saiba como ajudar quem está sofrendo com violência doméstica

Salon Line apoia as causa #levantesuavoz

Para entender mais sobre o assunto, confira este Papo Kabelo com Gabriela Barros, articuladora da plataforma Mapa do Acolhimento, um projeto que profissionais à mulheres que tenham sofrido ou estão sofrendo qualquer tipo de violência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *